Otacar II da Boêmia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Otokar II da Boêmia)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Representação de Otacar II da Boémia
Áreas governadas por Otacar II
Representação de Margarida de Áustria, primeira esposa de Otacar II
Representação de Cunegundes da Eslovénia, segunda esposa de Otacar II

Otacar/Otocar II (em checo Ottokar II, também chamado de Přemysl Ottokar ou Otakar) (1230 - 26 de agosto de 1278), O rei de ferro e ouro, foi um rei da Boêmia (1253-1278). Era o segundo filho d Rei Venceslau I da Dinastia Premislida, e através de sua mãe, Cunigunda, estava relacionado com a família Hohenstaufen, sendo neto do rei alemão Felipe da Suábia.

Chegada ao poder[editar | editar código-fonte]

Otacar foi educado pelo rol de administradores eclesiásticos. Entretanto, depois da morte do seu irmão mais velho, Ladislau, pouco depois de seu matrimónio em 1247, Otacar converteu-se no herdeiro. Segundo a tradição oral, ficou emocionado com a morte do irmão e não se iniciou na política, concentrando-se na caça e na bebida. Em 1248 foi atraído por nobres descontentes para liderar uma revolta contra o seu pai, o rei Venceslau I da Boémia. Os rebeldes foram vencidos e Otacar foi preso pelo seu pai.

Pai e filho reconciliaram-se finalmente para ajudar a conseguir o desejo do rei em adquirir o vizinho Ducado da Áustria. O ducado não tinha governante desde a morte do duque Frederico II da Áustria em 1246. O plano inicial de Venceslau para adquirir o ducado consistia no matrimónio de Ladislau da Morávia, o seu filho mais velho, com a sobrinha do último duque, Gertrude da Áustria. Esse casamento desfez-se com a morte de Ladislau, e Gertrude voltou a casar com Germano VI de Baden. Este foi recusado pelos estados austríacos e não pôde reinar na Áustria. Venceslau usou isto como pretexto para invadir a Áustria em 1250.

Venceslau libertou o seu filho e em 1251 fê-lo marquês da Morávia, instalando-o, com a aprovação dos nobres austríacos, no governo da Áustria. Otacar entrou na Áustria, onde os estados o aclamaram como duque. Para legitimar a sua posição, Otacar casou-se com a irmã viúva do último duque, Margarida, duquesa da Áustria, trinta anos mais velha do que ele; por ela foi cancelado o compromisso entre sua tia Inês (futura Santa Inês da Boêmia) e Henrique VII da Germânia vinte e cinco anos antes.

Em 1253 morreu Venceslau I, e o filho Otacar sucedeu-o na Boémia. Depois da morte do rei Conrado IV da Germânia, Otacar esperou obter a dignidade imperial, mas a sua eleição não frutificou.

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

A 11 de Fevereiro de 1252, Otacar casou-se com Margarida da Áustria. Margarida adoeceu pouco tempo após o casamento e deixou o casamento sem descendência, quando foi repudiada em 1261. A 25 de Outubro de 1261, Otacar casou-se com Cunegundes da Eslavônia. Provavelmente, tiveram quatro filhos.:[1]

Cunegundes e Otacar tiveram a seguinte descendência:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências