Outlet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Outlet em Gretna, Estados Unidos.

Outlet é a denominação para o novo mercado de vendas a retalho (varejo), no qual os produtores e industriais vendem seus produtos directamente ao público. As lojas são abertas, tais como num shopping, e localizam-se nas saídas das grandes cidades ou regiões metropolitanas, originando-se daí o nome dessa modalidade de centro comercial. A redução dos custos de propaganda, manutenção, e mesmo os lucros das redes varejistas, possibilita a venda de marcas comerciais famosas, grifes de luxo, a preços mais acessíveis. Nos Estados Unidos, denominava-se tradicionalmente como Factory Outlet uma loja ligada a uma fábrica ou armazém na qual por vezes era permitido aos clientes assistir ao processo de produção. No uso atual, chama-se de Outlet Store os centros de compras temáticos com lojas onde os fabricantes vendem seus produtos diretamente para o consumidor final. A invenção do Factory Outlet é muitas vezes creditada a Harold Alfond, fundador da Dexter Shoe Company.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Os outlets apareceram pela primeira vez no leste dos Estados Unidos, na década de 1930. O conceito surgiu das lojas de fábrica que passaram a oferecer aos empregados a preços baixos os produtos excedentes ou danificados. Este conceito permaneceu até a década de 1970. Depois que o público se expandiu para não-funcionários, em 1936 a Anderson-Little, marca de roupas masculinas, abriu a primeira loja independente das fábricas. Somente em 1974, a Vanity Fair abriu em Reading, no estado da Pensilvânia, o primeiro shopping center especializado em preços baixos cujos produtos não eram ponta de estoque. Entre as décadas de 1980 e 1990, tais shoppings cresceram fortemente, aumentando de 113 em 1988, para 276 em 1991 e 325 em 1997. Em 2003, os outlets geraram uma receita de US$ 15 bilhões em todos os Estados Unidos.

Dados Demográficos[editar | editar código-fonte]

Pesquisas têm demonstrado que a maior parte dos consumidores de outlets nos Estados Unidos são mulheres. A renda familiar média para os compradores era de US$ 57.000 por ano em 2002. Quarenta e dois por cento têm nível superior de instrução, e sessenta e dois por cento têm menos de 50 anos de idade. A média indicada de distância percorrida para chegar ao outlet fica entre 50 e 130 km, com um tempo de viagem de 60 minutos.

Outlets no mundo[editar | editar código-fonte]

Atualmente, os outlets não são um fenômeno exclusivamente americano. Na Europa, o varejista BAA McArthurGlen abriu 13 centros com mais de 1.200 lojas e mais de 280.000 metros quadrados de área de vendas. O maior [carece de fontes?] outlet do continente europeu está localizado em Portugal, em Alcochete, perto da cidade de Lisboa, com o nome de Freeport Outlet Alcochete. Possui mais de 150 lojas, uma dezena de salas de cinema, 17 restaurantes e 1 bar. Lojas do gênero também foram surgindo no Japão desde meados da década de 1990.

Outlets no Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil, o primeiro outlet foi aberto no estado de São Paulo, em 2009. Batizado de Outlet Premium São Paulo, o empreendimento tem cerca de 90 lojas e reúne grifes conhecidas como Tommy Hilfiger, Armani, Lacoste, Calvin Klein, Nike, Rip Curl, Levis, entre outras. Posteriormente, foi inaugurado o segundo outlet do país, com o nome de Outlet Premium Brasília, localizado no estado de Goiás, a 80km de Brasília.

Até 2014, entretanto, o Brasil não conseguiu formar grandes centros outlets, entre outros motivos, em decorrência dos altos impostos praticados no país. O mais recorrente dentro desse ramo é a construção de pequenas lojas físicas espalhadas em pequenos centros comerciais e lojas virtuais dedicadas à venda de produtos a preços mais baixos que os praticados comumente no mercado.

Em São Paulo, o centro mais visitado ainda é a rua 25 de Março, onde ambulantes trazem mercadorias de todas as partes para revenda. Em termos de e-commerce, vários portais atuam neste sentido.

Para expansão de centros outlet, no entanto, são necessárias novas leis, cargas e reformas tributárias para o pleno desenvolvimento de centros comerciais do tipo e, principalmente, para chegar ao patamar dos grandes outlets mundiais. [1]

Em 2013, foi inaugurado o terceiro outlet no país, o Outlet Premium Salvador, localizado na Estrada do Coco, Região Metropolitana de Salvador. [2] Há também o Nova América Outlet Shopping, em Del Castilho, no Rio de Janeiro, tradicional há mais de duas décadas.

Em novembro de 2014, foi inaugurado o quarto Outlet do Brasil. Localizado na cidade de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, [3] uma iniciativa que impulsionará as vendas em varejo das inúmeras fábricas têxteis do Ceará, de marcas nacionais e internacionais.

Notas e referências

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.