Paul Signac

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paul Signac
Retrato de Paul Signac (1890), pintado por Georges Seurat (1859–1891).
Nome completo Paul Victor Jules Signac
Nascimento 11 de Novembro de 1863
Paris
Morte 15 de Agosto de 1935 (71 anos)
Nacionalidade  França
Cônjuge Berthe Roblès
Jeanne Selmersheim-Desgrange
Filho(s) Ginette (1913)
Ocupação Pintor
Movimento estético Pontilhismo

Paul Signac (Paris, 11 de Novembro de 186315 de Agosto de 1935) foi um pintor francês neo-impressionista e figura importante no pontilhismo. Signac, de espírito de libertário era simpatizante da filosofia anarquista.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Signac, filho único de um comerciante (estofador), pode ser considerado um pintor autodidata.

Em 1882 inscreveu-se na Escola de Artes Decorativas.

Juntamente com Seurat, em 1884, fundou a Sociedade dos Artistas Independentes.

Foi Georges Seurat que ensinou a Paul Signac a técnica do Pontilhismo, tendo estes dois artistas sido os principais impulsionadores do chamado Movimento do Divisionismo, também designado por Neo-Impressionismo ou Pontilhismo. Signac pertenceu também ao grupo de artistas designado por Grupo dos XX.

Como amante que era de barcos, possuiu ao longo da sua vida cerca de 30 barcos. Isso permitiu-lhe fazer diversas viagens que o inspiraram no uso de novos tons, porque a claridade das paisagens é diferente de região para região.

Em 1899 Signac publicou a obra De Eugène Delacroix ao Neo-impressionismo.

Em 1908 foi eleito presidente da Sociedade dos Artistas Independentes, tendo mantido esse cargo até 1935, ano em que faleceu.

Exposições[editar | editar código-fonte]

  • Sociedade dos Artistas Independentes (1884 a 1893)

Obras[editar | editar código-fonte]

A Entrada do Porto de Marselha de Paul Signac, usando a técnica do Pontilhismo
  • 1883 – Subúrbios de Paris (óleo sobre tela 72,9 cm x 91,6 cm )
  • 1884 – Moinhos de Mont-Martre (óleo sobre tela 35 cm x 27 cm )
  • 1885 - Saint-Briac, A Cruz dos Marujos (óleo sobre tela 33 cm x 46 cm )
  • 1886 - A Ligação de Bois-Colombres (A Via Pontoise) (óleo sobre tela 33 cm x 43 cm )
  • 1886 – O Petit Andely, Margens do Sena (óleo sobre tela 65 cm x 81 cm )
  • 1886 – A Sala de Jantar (óleo sobre tela 46 cm x 58 cm )
  • 1887 - Café-da-manhã a sala de refeições (óleo sobre tela )
  • 1888 – A Ponte De Asnieres (óleo sobre tela 46 cm x 65 cm )
  • 1888 – Portreux, o Porto (óleo sobre tela 61 cm x 92 cm )
  • 1889 – Cassis, Cap Canaille (óleo sobre tela 65 cm x 82,5 cm )
  • 1890 – Margem Arenosa do Mar (óleo sobre tela 65 cm x 81 cm )
  • 1893 – O Porto de Saint-Tropez (óleo sobre tela 56 cm x 46,5 cm )
  • 1890 – Retrato de Felix Fénéon sobre o Esmalte de um Fundo Rítmico de Compassos e Ângulos, Tons e Cores (óleo sobre tela 74 cm x 95 cm )
  • 1891 – Brisa, Concarneau (óleo sobre tela 66,5 cm x 82 cm )
  • 1893 – Mulher com Sombrinha (óleo sobre tela 82 cm x 67 cm )
  • 1895 – A Boia Vermelha. Vista de Saint-Tropez (óleo sobre tela 81 cm x 65 cm )
  • 1906 – Overschie (aquarela sobre papel branco 17 cm x 24,3 cm)
  • 1906 – O Monte de Areia (lápis e aquarela sobre papel amarelo 16,4 cm x 25 cm)
  • 1921 – Nice (aquarela sobre papel branco 19,8 cm x 27,3 cm)
  • 1924 – Ruen (aquarela e lápis sobre papel crème 27,9 cm x 42,5 cm)
  • 1924 – A Pont des Arts Aquarela e lápis sobre papel branco colorido de bege)
  • 1925 – Notre Dame (lápis e aqurela sobre papel 24,4 cm x 18,2 cm)
  • 1931 – Cherburgo (aquarela e lápis sobre papel branco 28,5 cm x 44,5 cm)
  • 1934 – Fécamp (aquarela e lápis sobre papel branco 28,5 cm x 44 cm)
  • 1900 – O Castelo dos Papas, Avignon (óleo sobre tela )
  • 1902 – Saída do Porto de Saint-Tropez (óleo sobre tela )
  • 1899 – O Sena, Grenelle (óleo sobre tela 62 cm x 78 cm )
  • 1904 – A Vela Amarela (óleo sobre tela 72 cm x 91 cm )
  • 1904 – A Vela Verde (óleo sobre tela 65 cm x 81 cm )
  • 1906 – A Saída do Porto de Marselha (óleo sobre tela )
  • 1909 – "O Farol de Antires" (óleo sobre tela )
  • 1910 – Anémonas (óleo sobre tela 35 cm x 26 cm )
  • 1908 – Veneza (óleo sobre tela )
  • 1914 – Antibes à Tarde (óleo sobre tela 73 cm x 92 cm )
  • 1916 – Antibes, a Nuvem Rosa (óleo sobre tela 73 cm x 92 cm )
  • 1918 – A Entrada do Porto de Marselha (óleo sobre tela )
  • 1921 – Porto da Rochelle (óleo sobre tela 130 cm x 162 cm )
  • 1931 – Os Três Mastros (óleo sobre tela )

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Paul Signac

Ligações externas[editar | editar código-fonte]