Pietro d'Abano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pedro de Abano

Pedro de Abano (Abano Terme, 1250Parma, 1315) foi um médico, astrónomo e filósofo italiano. Foi acusado de magia perante a Inquisição e absolvido em 1306. Acusado de novo em 1315, morreu durante a instrução do seu processo. A sua empregada Marietta subtraído o seu cadáver à condenação que sobre ele incidira, os inquisidores nada mais puderam fazer do que mandar queimar o seu retrato pelo carrasco. De entre as suas obras cita-se: “De Remediis venenorum”, publicada em Veneza em 1565.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Trattati di Astronomia: Lucidator dubitabilium astronomiae. Ed. Alberto de Vivo. 1990
  • Il trattato "De venensis". Commentato ed illustrato da Alberico. 1949.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Pietro d'Abano.
  • Grande História Universal Ediclube, 2006.
  • Dicionário Universal Ilustrado, Ed. João Romano Torres & Cª.1911.
Portal A Wikipédia possui o
Portal do Ocultismo
Ícone de esboço Este artigo sobre um cientista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.