Pompéu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Município de Pompéu
Matriz de Pompéu

Matriz de Pompéu
Bandeira de Pompéu
Brasão de Pompéu
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 1 de janeiro de 1939
Gentílico pompeano
Prefeito(a) Joaquim Campos Reis (PPS)
(2013–2016)
Localização
Localização de Pompéu
Localização de Pompéu em Minas Gerais
Pompéu está localizado em: Brasil
Pompéu
Localização de Pompéu no Brasil
19° 13' 26" S 44° 56' 06" O19° 13' 26" S 44° 56' 06" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Central Mineira IBGE/2008 [1]
Microrregião Três Marias IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Curvelo, Felixlândia, Morada Nova de Minas, Abaeté, Martinho Campos e Pitangui
Distância até a capital 170 km
Características geográficas
Área 2 557,734 km² [2]
População 29 083 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 11,37 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,745 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 423 119,151 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 14 296,98 IBGE/2008[5]
Página oficial

Pompéu é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Localiza-se na Microrregião de Três Marias. Sua população segundo o censo de 2010 é de 29.083 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Sino da Matriz

Terra adotiva de Joaquina de Pompéu (Joaquina Bernarda da Silva de Abreu Castelo Branco Soutto-mayor), figura histórica que nasceu em Mariana-MG era considerada a rainha do Oeste Mineiro. O município nasceu no Pouso dos Buritis, ponto de parada das tropas que faziam o trajeto que ligava Montes Claros ao oeste de Minas e ligando também Pitangui a todo o Litoral Atlântico.

Pompéu já faz parte da história do Brasil há mais de duzentos anos, mas somente em 1840 ocorreu a fundação do arraial por Joaquim Cordeiro Valadares genro de Dona Joaquina. Em 17 de dezembro de 1938, o então arraial do Buriti da Estrada tornou-se uma cidade, recebendo então o nome de Pompéu, homenageando seu primeiro habitante, o Sr. Antônio Pompeu Taques.

Um dos mais prósperos municípios de Minas Gerais, Pompéu tem sua economia baseada na pecuária de corte e leite (a região é a maior bacia leiteira do nosso País, a cidade é a segunda maior produtora de leite do país), indústria moveleira, extração e beneficiamento de pedra ardósia e usina de produção de álcool combustível(etanol) e açúcar e plantio de Eucalipto.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a temperatura mínima registrada em Pompeu foi de 3,0 ºC, ocorrida no dia 15 de julho de 1974. Já a máxima foi de 38,8 ºC, observada dia 28 de outubro de 2012. O maior acumulado de chuva registrado na cidade em 24 horas foi de 142,0 mm, em 30 de janeiro de 1977.[6]

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia de Pompéu é bastante diversificada, baseada principalmente na produção leitera, álcool combustível, móveis de madeira e pedras ardósia e Eucalipto.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Pompéu possui uma série de atrativos no que diz respeito ao "entretenimento festivo". Por se tratar de um município pequeno e de povo receptivo, é sempre um bom lugar para encontrar os amigos e desfrutar de um ambiente calmo e descontraído.

A cidade conquistou a fama de realizar um dos melhores carnavais de Minas Gerais. Tendo como principal atração o Bloco Reduto, que atrair milhares de Foliões de todas a partes do Brasil e também de fora do país. O bloco conta com grandes atrações do mercado nacional e internacional de Música. A estrutura é semelhante a dos grandes blocos do Carnaval baiano.

O carnaval de rua em Pompéu, organizado pela prefeitura, é uma festa notória a nível nacional, que reúne milhares de pessoas de diversos estados do país.

Uma outra atividade turística do município de grande repercussão é a pescaria. Prodigiosamente servido de rios o município possui um grande potencial para a atividade pesqueira São Francisco, Pará,Peixe,Pardo e Paraopeba além da Represa de Três Marias e a Usina Hidrelétrica de Retiro Baixo no Rio Paraopeba.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. Sistema de Monitoramento Agrometeorológico (Agritempo). Dados Meteorológicos - Minas Gerais. Página visitada em 3 de janeiro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.