Presidente da Índia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde julho de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Presidente da República da Índia
भारत गणराज्य के राष्ट्रपति
Pranab Mukherjee-World Economic Forum Annual Meeting Davos 2009 crop(2).jpg
No cargo
Pranab Mukherjee

desde 25 de Julho de 2012
Residência Rashtrapati Bhavan
Duração 5 anos
Inaugurado por Rajendra Prasad
Criado em 26 de Janeiro de 1950

O Presidente da Índia ou Rashtrapati (em hindi: राष्ट्रपति um neologismo sânscrito, "Senhor do reino") é o chefe de Estado e de principal cidadão da República da Índia, bem como o Comandante Supremo das Forças Armadas Indianas. Em teoria, o presidente possui considerável poder. Com poucas exceções, a maior parte da autoridade investida do presidente, na prática, é exercida pelo Conselho de Ministros, liderado pelo Primeiro-Ministro.[1]

O 13º e atual Presidente da Índia é Pranab Mukherjee, eleito em 22 de julho e empossado em 25 de julho de 2012, sendo o primeiro Presidente de origem Bengali na história do país.[2] [3] Mukherjee sucedeu Pratibha Patil, que foi a primeira mulher eleita para o cargo.[4]


Ícone de esboço Este artigo sobre a Índia é um esboço relacionado ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. The Constitution of India (Constituição da Índia) p. 26. Ministério da Lei e Justiça (1 de dezembro de 2007). Visitado em 20 de outubro de 2014.
  2. Singh, Manisha (22 de julho de 2012). Pranab Mukherjee: The 13th President of India Zee News.
  3. Namboodiri, Udayan (28 de julho de 2012). Mukherjee becomes India's first Bengali president Khabar South Asia. Visitado em 20 de outubro de 2014.
  4. Pradhan, Bibhudatta (19 de julho de 2007). Patil poised to become India's first female president Bloomberg.com. Visitado em 20 de outubro de 2014.