Pripyat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pripyat
—  Cidade fantasma  —
Pripjat Panorama.jpg
51° 24' 20" N 30° 03' 25" E
País Flag of Ukraine.svg Ucrânia
Oblast Flag of Kiev Oblast.svg Kiev
Raion Flag Iwankowski Raion.jpg Ivankiv
Fundação 4 de fevereiro de 1970
População (2012)
 - Total 3(idosos)
Fuso horário EET (UTC+2)
 - Horário de verão EEST (UTC+3)
Código de área +380 4499[1]

Pripyat (em ucraniano: При́п'ять, Pryp’yat’; em russo: При́пять, Pripyat’) é uma cidade fantasma no norte da Ucrânia, perto da fronteira com a Bielorrússia.[2] Próximo à cidade fica a central nuclear de Chernobyl, lugar onde ocorreu o maior acidente nuclear da história (em abril de 1986).

A cidade documenta bem a era mais tardia da União Soviética, visto que os edifícios abandonados (de apartamentos, hospitais, etc.) ainda contêm objetos desses tempos idos, como brinquedos, roupas e discos. A cidade em si e os arredores não são seguros como lugar de habitação pelos próximos séculos. Os cientistas supõem que os elementos radioactivos mais perigosos precisarão de 900 anos para atingir níveis que permitam ao ser humano voltar a habitar a zona.

Entretanto, logo após o acidente nuclear, muitos se negaram a sair de lá e abandonarem suas famílias, suas casas e suas vidas, correndo enorme risco à saúde.

História[editar | editar código-fonte]

Pripyat foi fundada em 4 de fevereiro de 1970 com objetivo de abrigar os trabalhadores da Usina Nuclear de Chernobil. Foi oficialmente proclamada como uma cidade em 1979, porém foi abandonada em 1986, após o acidente nuclear de Chernobil.[3]

Evacuação[editar | editar código-fonte]

O anúncio da evacuação de Pripyat

Problemas para escutar este arquivo? Veja introdução à mídia.

Depois do acidente na usina nuclear de Chernobyl em 27 de abril de 1986, toda a cidade foi evacuada. Muitos militares começaram a colaboração para 'limparem' Pripyat, e com essa honra, ganharam o título liquidador. Na primeira fase, 1.986 pessoas ajudaram entre os períodos de maio a junho para a limpeza do exterior dos edifícios e das estradas. No final de junho, cerca de 70% da limpeza estava completa. Em dezembro, foi reservado a limpeza da poluição gerada pelo acidente.[carece de fontes?]

A cidade na atualidade[editar | editar código-fonte]

Atualmente há cerca de 3 habitantes, bem idosos, na cidade, porém um pequeno número de pesquisadores, cientistas e membros do exército tem acesso a cidade. A entrada não autorizada é punível com pena de prisão. Os turistas que visitam a cidade têm licenças especiais.[4] A cidade tem muitos apartamentos, em que são abandonados fotografias, brinquedos infantis, roupas e outros itens pessoais.[4] Existem também restaurantes, parques, hospitais, escolas e ginásios abandonados. Devido ao atual estado da cidade, os fungos e as plantas cresceram dentro dos edifícios graças à umidade proveniente da neve derretida.

Panorama de Pripyat e Usina de Chernobyl ao fundo

Referências culturais[editar | editar código-fonte]

  • O filme Chernobyl Diaries, é um terror/suspense, filmado em Pripyat.[7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. City Phone Codes
  2. Pripyat: Short Introduction
  3. A cidade fantasma de Pripyat
  4. a b Klimenko, Borís. «Prípiat, la Pompeya de nuestro tiempo», EFE, 26 de abril de 2011. Consultado el 24 de octubre de 2011.
  5. Oscar hopeful made film in radioactive zone
  6. White Horse. IMDb (2008). Página visitada em 04/07/2014.
  7. Chernobyl Diaries. IMDb (2012). Página visitada em 04/07/2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Pripyat
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Ucrânia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.