Rémi Gaillard

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde junho de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Remi Gaillard
Rémi Gaillard em 2011
Nome completo Rémi Gaillard
Nascimento 7 de fevereiro de 1975 (39 anos)
Montpellier
 França
Ocupação humorista
Página oficial
http://www.nimportequi.com/

[1] Rémi Gaillard (Montpellier, 7 de Fevereiro de 1975) é um humorista francês, conhecido por ser um "profissional" em apanhados[2] . Os vídeos colocados no seu site, denominado Nimportequi, e por conseguinte no YouTube, tiveram grande impacto, primeiramente na França e depois em todo o mundo, levando-o a ter um programa próprio no canal televisivo Eurosport, transmitido em vários países, entre eles Portugal. Os seus vídeos consistem em situações hilariantes, os chamados "apanhados", por vezes levadas ao extremo, tendo já sido expulso por seguranças de meios em que se encontra ou detido pela polícia.

Os seus apanhados surgem de formas variadas, o que faz com que seja muito imprevisível: ou protagoniza personagens que se infiltram em programas televisivos e/ou concursos (ao que ele chama de "Intrusos"), ou mascara-se e cria situações ridículas e/ou embaraçosas para as pessoas que o rodeiam, entre outros. Os seus vídeos são feitos apenas por uma câmara de filmar banal manipulada pelo seu amigo Grégory Laffargue.

Sketchs[editar | editar código-fonte]

Uma das mais conhecidas aparições de Rémi Gaillard foi na final da Taça da França de 2002, em que finge ser um jogador da equipa vencedora, o FC Lorient, infiltrando-se no meio dos festejos da equipa, cumprimentando o então presidente francês Jacques Chirac (no qual este lhe diz que jogou muito bem), indo depois para o relvado onde corre ao lado dos jogadores que comemoram a conquista (sem que estes nunca suspeitem de nada), chegando mesmo a agarrar e a erguer a Taça ganha. Depois desta sucessão de momentos hilariantes ainda dá uma entrevista para a televisão que julga que ele seja um jogador real, e sai gloriosamente do estádio a dar autógrafos aos adeptos da equipa vencedora, sem que ninguém dê conta que ele não passa de um intruso. Estes momentos foram todos passados em directo pela televisão que transmitia o jogo.

Notoriedade[editar | editar código-fonte]

No dia 16 de Agosto de 2010, Rémi Gaillard conquistou a proeza de 749 milhões de visualizações de vídeos no seu site oficial.

Em 2007 Rémi Gaillard foi patrocinado pela marca de sumos Orangina, em que Rémi gravou uns sketchs em que se fingia de cowboy que simulava rodeos em cima de pessoas que passavam nas ruas, e pela marca de equipamentos desportivos Nike, em que Rémi gravou um dos seus vídeos mais conhecidos, no qual chutava bolas de futebol para sítios caricatos.

Em 2008 associou-se ao distribuidor de pneus Euromaster. Actualmente é patrocinado pela empresa austríaca Bwin e pela sul-coreana LG.

Em jun/2014, ele aparece em um vídeo no qual ele homenageia os 32 times de futebol da Copa do Mundo 2014, encenando truques incríveis e inimagináveis com a bola.[3]

Referências

  1. http://www.maisfutebol.iol.pt/remi-gaillard-videos-estorias-jornal-do-incrivel/5391feee0cf2b50e8c46e349.html
  2. Rémi Gaillard : Farce de frappe (em francês) Écrans (11 de Janeiro de 2009). Página visitada em 12 de Junho de 2012.
  3. Mais Futebol

http://www.maisfutebol.iol.pt/remi-gaillard-videos-estorias-jornal-do-incrivel/5391feee0cf2b50e8c46e349.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre humoristas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.