Ramón Barros Luco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ramón Barros Luco
Ramón Barros Luco
Presidente do  Chile
Mandato 23 de dezembro de 1910 - 23 de dezembro de 1915
Antecessor(a) Emiliano Figueroa Larraín
Sucessor(a) Juan Luis Sanfuentes
Vida
Nascimento 9 de junho de 1835
Santiago, Chile
Morte 20 de setembro de 1919 (84 anos)
Santiago, Chile
Dados pessoais
Primeira-dama Mercedes Valdés
Partido Partido Liberal
Profissão advogado e político

Ramón Barros Luco (1835-1919), foi presidente do Chile entre 1910 e 1915. Filho de Ramón Luis Barros Fernández e de Dores Luco Fernández de Leiva. Se formou como advogado em 1858.

Foi eleito Deputado por Casablanca em 1861, e a partir de então, ocupou em forma ininterrupta uma cadeira na Câmera Baixa, sendo eleito novamente por Caldera (18671870), Curicó (18701873), Valparaíso (18731876 e 1888-1891), e por Santiago por quatro períodos, entre 1876 e 1894. Posteriormente, foi eleito senador por Linares (19001906)[1] .

Em sua qualidade de presidente da Câmera de Deputados em 1891, subscreveu a ata de destituição do presidente da república José Manuel Balmaceda elaborada pelo Congresso, e fomentou o levante da Armada Nacional , cujas ações dirigiu (junto a Waldo Silva, vice-presidente do Senado) até que se constituiu a junta de governo em Iquique[2] . Triunfante a revolução, retomou suas funções como parlamentar e se desempenhou como ministro em várias ocasiões, a cada vez que se buscava a alguém que “não fosse ameaça para ninguém“[3] .

Em 1910, dadas as tensões existentes entre liberais e nacionais para eleger um candidato presidencial comum, foi designado postulante do setor. Sua trajetória garantia aos partidos que, caso fosse eleito presidente, interesses dos mesmos não seriam afetados.

Referências

  1. Edwards Bello, Joaquín, Mitópolis, Santiago, Nascimento, 1973, pp.134-137.
  2. Cf. Vial Correa, Gonzalo, Historia de Chile, Editorial Portada, 1981, pp. 2795-2796.
  3. Biblioteca do Congresso Nacional do Chile. Reseñas parlamentarias Ramón Barros Luco.
Precedido por
Emiliano Figueroa Larraín
Presidente do Chile
1910 - 1915
Sucedido por
Juan Luis Sanfuentes


Ícone de esboço Este artigo sobre um presidente é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.