Ramón Quiroga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ramón Quiroga
Ramon Quiroga.jpg
Informações pessoais
Nome completo Ramón Quiroga Arancibia
Data de nasc. 23 de Julho de 1950
Local de nasc. Rosário,  Argentina
Altura 1,79 m
Apelido Chupete, El Loco
Informações profissionais
Posição goleiro
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
19681973
19731975
19751976
19761983
19831984
19841985
19851986
Argentina Rosario Central
Peru Sporting Cristal
Argentina Independiente
Peru Sporting Cristal
Equador Barcelona
Peru Nacional de Iquitos
Peru Universitario
Seleção nacional
19771985 Flag of Peru.svg Peru 0040 00(0)

Ramón Quiroga Arancibia (Rosário, 23 de Julho de 1950) é um ex-futebolista argentino naturalizado peruano.

Conhecido em seu país natal como "Chupete" e, em seu país adotivo como "El Loco", disputou quarenta partidas com a camisa da Seleção Peruana,[1] disputando inclusive, duas Copas do Mundo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido em Rosário, e morando perto do estádio Gigante de Arroyito, tentou sua sorte no futebol. Não tendo habilidade suficiente para jogar na linha, acabou indo parar no gol, mesmo com sua baixa estatura (1,71 m). Sua estreia profissional aconteceu aos dezoito anos, no Rosario Central.[2]

Na equipe de Rosário, permaneceu durante cinco temporadas, conquistando um título argentino. Acabou assinando com o Sporting Cristal, ficando durante três temporadas. Porém, uma proposta do Independiente o fez retornar à Argentina. Mas não demorou muito e acabou retornando ao Peru, após poucas oportunidades no Independiente.[2]

De volta ao Sporting, acabou ficando aí durante as próximas sete temporadas. Ainda, no seu segundo ano, após se naturalizar, acabou sendo convocado para defender a Seleção Peruana. Esteve presente na Copa de 1978. Disputada em sua terra natal, ficou conhecido mundialmente no torneio, após sofrer seis gols contra à Argentina. O resultado, muito questionado, acabou levando a equipe celeste à final da Copa, e eliminando os rivais brasileiros.[2]

Mesmo após ser muito criticado, permaneceu na Seleção Peruana, tendo disputado a desastrosa Copa de 1982. Apesar das criticas na seleção, vivia bom momento no Sporting, tendo conquistado no ano seguinte, seu tricampeonato peruano. Esse também foi seu último ano, quando acabou se transferindo para o Barcelona, e passando ainda por Nacional de Iquitos e Universitario, onde conquistou seu quarto título peruano.[2]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Bandeira de PeruSoccer icon Este artigo sobre futebolistas peruanos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.