Revisão por pares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Nos meios acadêmicos, a revisão por pares, também chamada revisão paritária ou arbitragem (peer review, refereeing, em inglês) é um processo utilizado na publicação de artigos e na concessão de recursos para pesquisas. Consiste em submeter o trabalho científico ao escrutínio de um ou mais especialistas do mesmo escalão que o autor, que na maioria das vezes se mantêm anônimos ao autor. Esses revisores anônimos frequentemente fazem comentários ou sugerem revisões no trabalho analisado, contribuindo para a qualidade do trabalho a ser publicado. No caso da publicação de artigos científicos, o diálogo entre os autores e os revisores é arbitrado por um ou mais editores, afiliados à revista científica em causa. Aquelas publicações e prêmios que não passaram pela revisão paritária tendem a ser vistos com desconfiança pelos acadêmicos e profissionais de várias áreas. [1] [2] [3]

Os “árbitros” são, nas publicações e pelos membros da comunidade científica, usualmente designados por “referees”.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. J. Faber, Fortalecimento do Sistema de Revisão por Pares (Editorial), Rev. dent. press ortodon. ortopedi. facial, 13(4): p. 5, jul.-ago. 2008. Cópia eletrônica acessada 28/07/2013.
  2. a b J. Nóbrega & W. Loh, Da Submissão à Publicação: Como Trabalhamos com o seu Manuscrito (Editorial), J. Braz. Chem. Soc., 24 (6): p. 891, 2013. Cópia eletrônica acessada 28/07/2013.
  3. J. Nóbrega & W. Loh, Revisitando as Diretrizes para a Revisão por Pares (Editorial), J. Braz. Chem. Soc., 24 (4): p. 525, 2013. Cópia eletrônica acessada 28/07/2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete revisão por pares.
Artigos


Exemplos de revistas com revisão por pares (e suas webpresenças oficiais)