Rio Camboriú (Santa Catarina)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rio Camboriú
Comprimento 40 km
Nascente Camboriú
Foz Balneário Camboriú
País(es)  Brasil

O rio Camboriú é um rio que banha o estado de Santa Catarina, no Brasil. Corta o município de Camboriú no sentido oeste–leste e deságua no município de Balneário Camboriú.

Topônimo[editar | editar código-fonte]

O topônimo "Camboriú" tem origem na língua tupi. Significa "rio dos robalos", através da junção de kamuri (robalo) e 'y (rio)[1] .

Geografia e Ciência[editar | editar código-fonte]

O rio Camboriú é formado por inúmeras nascentes existentes nos rios do Braço, Meio e dos Macacos. Ao longo das encostas dos morros e motanhas ocorrem cachoeiras e alguns ecossistemas, como é o caso da floresta Atlântica, que possui uma grande importância pela sua fauna e flora. Entre o rio e o mar, ocorrem manguezais que são responsáveis pelo início de boa parte da vida que existe no mar catarinense.

Importância[editar | editar código-fonte]

O rio Camboriú tem importância estratégica para o desenvolvimento dos municípios de Camboriú e Balneário Camboriú, situados no litoral centro-norte do estado de Santa Catarina. É nele que se localiza o principal sistema de captação e instalação para tratamento de água que abastece estas cidades. Este fato imprime elevada importância a este rio, requerendo, em função da qualidade e disponibilidade do manancial de água, estudos e administração adequada dos recursos ali existentes.

Problemas[editar | editar código-fonte]

O rio Camboriú vem sofrendo grandes problemas nas últimas décadas devido exploração não controlada do homem dos recursos naturais, tais como a madeira; o granito, que é retirado nas encostas de morros da bacia do rio Camboriú, causando erosões; a agricultura, que, na produção de arroz, represa indevidamente a água e despeja grande quantidade de agrotóxicos na água.

Outro problema que ameaça a rio Camboriú é falta de tratamento de esgoto na cidade de Camboriú, onde o rio tem o seu maior percurso. Além do que uma parte do rio e a sua foz estão na cidade de Balneário Camboriú, onde o homem extraiu quase toda a camada protetora às margens do rio, destruindo o ecossistema ali presente.

Referências

  1. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. 3ªedição. São Paulo. Global. 2005. p. 42.
Ícone de esboço Este artigo sobre Hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.