Rio Chiluango

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Chiluango
Foz Oceano Atlântico
Área da bacia 5.170 km²
Afluentes
principais
Luáli
País(es) República do Congo
 República Democrática do Congo
 Angola
País(es) da
bacia hidrográfica
República do Congo
 República Democrática do Congo
 Angola

O Chiluango[nota 1] (em francês é conhecido por Louango ou Shiloango) é um rio do Congo, República Democrática do Congo e Angola, sendo o principal rio da província de Cabinda.

Com uma bacia hidrográfica que se estende por 5.170 km², o Chiluango nasce no Congo (Congo-Brazzaville), servindo de fronteira entre este e a República Democrática do Congo (Congo-Kinshasa) e entre esta e Angola – província de Cabinda[1] –, acabando por penetrar nesta província.

O Chiluango é navegável por cerca de 160 km, desde a sua foz em Lândana, município do Cacongo, até à sua confluência com o rio Luáli, à entrada da floresta do Maiombe.

Junto à sua foz, o Chiluango forma uma grande zona pantanosa que sofre interferências das marés. O rio teve uma grande importância no desenvolvimento do interior, relacionado com transporte de mercadorias e pessoas, antes da construção da rede de estradas[2] .

O rio chama-se Louango no Congo e Shiloango na República Democrática do Congo.

Notas

  1. "Chiluango" é a única grafia admitida no VOLP, orientado por João Malaca Casteleiro (2009). No entanto, ainda é comum a grafia pré-1945 "Chiloango".

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Angola, integrado no Projecto Angola é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.