rmdir

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O comando rmdir(remove directory) é usado no sistema operacional Unix e DOS para remover diretórios vazios.[1] O diretório tem que estar vazio antes de ser excluído. Em geral é usado desta maneira:

rmdir nome_do_diretorio

Onde nome_do_diretorio é o nome do diretório que deve ser removido. Há mais argumentos que especificam outras funcionalidades, como o argumento -p que remove o diretório pai se ele também se tornar vazio como no exemplo:

rmdir -f lorem/ipsum/dolor

Este comando removerá o diretório dolor. Se o diretório ipsum se tornar vazio com esta remoção também será removido e o mesmo para o diretório lorem se ele também se tornar vazio.

Caso o diretório especificado não esteja vazio, ele não será removido. No Unix você deve utilizar o comando rm com o argumento -r para remover arquivos e diretórios recursivamente. Para os sistemas DOS você deve utilizar o comando deltree.

Há várias chaves para o comando rm:[1]

  • --directory (-d) - Remove um diretório
  • --force (-f) - N;ao pede confirmações ao usuário e ignora os arquivos não localizados.
  • --interactive (-i) - Confirma sempre com o usuário.
  • --recursive (-r ou -R) - Remove todo o conteúdo de todos os subdiretórios.

O rm não apaga um diretório, porém com a utilização da chave -recursive apaga todos os diretórios achados.[1]

Notas e Referências

  1. a b c Burtch, Ken O.. In: Ciência Moderna. Scripts de Shell Linux com Bash. 1 ed. Rio de Janeiro: [s.n.]. 522 p. 8573934050