Rodamina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Rodamina é um nome genérico para uma família de compostos orgânicos, corantes chamados fluoronas. Exemplos são Rodamina 6G e Rodamina B. Elas são usadas como corantes e como corantes laser como meio amplificador.[1] [2] São oferecidas como corantes traçantes para determinação de vazão e direção de fluxos d'água. Os corantes de rodamina fluorescem e podem ser medidos facilmente e a baixo custo com instrumentos chamados fluorímetros. Os corantes do tipo rodamina são usados extensivamente em aplicações biotecnológicas tais como a microscopia de fluorescência, citometria de fluxo and os testes do tipo ELISA.

Corantes do tipo rodamina são geralmente tóxicos e são solúveis em água, metanol e etanol.

Rodamina B[editar | editar código-fonte]

Rodamina B

Fórmula molecular: C28H31N2O3Cl

Peso molecular: 479.02 gramas por mol

Número CAS: 81-88-9

Estrutura SMILES: [Cl-].CCN(CC)c1ccc2c(OC3=CC(C=CC3=C2c4ccccc4C(O)=O)=[N+](CC)CC)c1

Rodamina B, também chamada Rosa Rodamina B é usada em biologia como um corante fluorescente em coloração citológica, algumas vezes em combinação com auramina O, como o corante auramina-rodamina para demonstrar organismos com "ácido-álcool resistentes", destacadamente Mycobacterium.

Também é usada como corante básico no tingimento de papel, madeira e derivados de celulose, sendo o corante habitual dos conhecidos "compensados rosas" usados em construção civil.

Rodamina B é detectável ao redor de 610 nm quando usada como um corante laser.

Rodamina B é ainda chamada Rodamina 610, Violeta Básico , C.I. 45170.

Rodamina 6G[editar | editar código-fonte]

Rodamina 6G

Fórmula molecular: C28H31N2O3Cl

Peso Molecular: 479.02 g/mol

Número CAS: 989-38-8

Estrutura SMILES: [Cl-].CCNc1cc2OC3=CC(=[NH+]CC)C(=CC3=C(c2cc1C)c4ccccc4C(=O)OCC)C

Rodamina 6G é frequentemente usada como um corante laser, e é estimulada pelo segundo harmônico (532 nm) de Nd:lase YAG. O corante tem uma notavelmente alta fotoestabilidade, alto campo quântico, baixo custo, e sua escala lasing tem a proximidade a seu máximo de absorção (aproximadamente 530 nm). A escala lasing do corante é 555 a 585 nm com um máximo em 566 nm.

Rodamina 6G é também chamada Rodamina 590, R6G, Rh6G, C.I. Pigment Red 81, C.I. Pigment Red 169, Rodamina amarela básica, ou C.I. 45160.

Rodamina 123[editar | editar código-fonte]

O corante laser rodamina 123 é também conhecido em bioquímica por inibir a função das mitocôndrias. Rodamina 123 parece ligar-se às membranas da mitocôndria e inibe processos de transporte, especialmente a corrente de transporte de elétrons, assim retardando a respiração interna. É uma carcaça de P-p-glicoproteína (PGP), que é excessivamente ativa geralmente em células de câncer. Os artigos mais recentes indicam que a rodamina 123 afirmam que pode ser também uma carcaça da proteína com resistência associada a multidrogas (MRP), ou mais especificamente, MRP1.

Outros derivados de rodamina[editar | editar código-fonte]

Existem muitos derivados de rodamina usados para diversos propósitos, por exemplo tetrametilrodamina (TAMRA) e seus derivado isotiocianato (TRITC) e, sulforodamina 101 (e sua forma cloreto de sulfonila Vermelho Texas) e vermelho rodamina. TRITC é a molécula base de rodamina acrescida do grupo funcional isotiocianato (-N=C=S), substituindo um átomo de hidrogênio no anel inferior da estrutura. Este derivado é reativo para grupos aminas em proteínas dentro de células. Um grufo funcional éster succimidila ligado ao núcleo rodamina, criando NHS-rodamina, formando outro derivado comum amino reativo.

Outros derivados de rodamina incluem novas fluoronas tais como Alexa 546, Alexa 555, Alexa 633, DyLight 549 e DyLight 633, têm sido colocados para aplicações em química e bioquímica onde mais alta fotoestabilidade, aumentando brilho, diferentes características espectrais, ou diferentes grupos de ligação são necessários.

Referências

  1. F. P. Schäfer (Ed.), Dye Lasers, 3rd Ed. (Springer-Verlag, Berlin, 1990).
  2. F. J. Duarte and L. W. Hillman (Eds.), Dye Laser Principles (Academic, New York, 1990).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.