Sándor Kőrösi Csoma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alexander Csoma de Kőrös
Nascimento 27 de Março de 17841
Covasna,, Reino da Hungria
Morte 11 de abril de 1842 (58 anos)
Darjeeling, Índia
Ocupação Linguista, filólogo, viajante.

Sándor Kőrösi Csoma (Covasna, 27 de março de 17841 – 11 de abril de 1842), nascido Csoma Sándor, também conhecido como Alexander Csoma de Kőrös, foi um filólogo e orientalista húngaro, autor do primeiro dicionário e da primeira gramática tibetano-inglês. Nasceu em Covasna, Transilvânia. Sua data de nascimento geralmente apresentada é 4 de abril, mas na realidade é apenas o dia de seu batizado.

Na esperança de que seria capaz de traçar a origem dos grupo étnico dos Magiares, partiu para o Oriente em 1820 e, depois deparar-se com muitas dificuldades no caminho, chegou em Ladakh. Passando por grandes privações naquele lugar, apesar de receber ajuda do governo britânico, devotou-se ao estudo da língua tibetana. Ele criou o primeiro dicionário inglês-tibetano enquanto vivia no monastério Zangla na região de Zanskar em 1823. O dicionário foi publicado um ano mais tarde, em 1824.2

Em 1831, estabeleceu-se em Calcutá, onde compilou seu Tibetan Grammar and Dictionary e catalogou as obras tibetanas da biblioteca da Asiatic Society. Morreu em Darjeeling logo quando partia para mais descobertas novas. É dito que ele era capaz de ler em 17 línguas. De Kőrös é amplamente considerado como o fundador da Tibetologia.

Notas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Este artigo foi baseado em textos de domínio público da edição de 1907 da The Nuttall Encyclopædia.