Salsa criolla

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Salsa criolla peruana.

Salsa criolla ou ainda molho crioulo é a denominação comum para um preparado simples em forma de molho ou adobo culinário de consistência variável segundo o gosto de quem prepara. Tal denominação é típica da cozinha campestre argentina e uruguaia.

No Peru é o acompanhamento mais importante da comida popular. Ingrediente importantíssimo na preparação do sanduíche de chicharrón, da butifarra e de diversos pratos da gastronomia do Peru.

Características[editar | editar código-fonte]

Pela simplicidade de sua preparação e economia de ingredientes pode ser encontrado em outras culturas com diferentes denominações e variantes.

Na Argentina e Uruguai, os ingredientes mais comuns são cebola, pimentão (vermelho e/ou verde), tomate, temperos (azeite, vinagre, sal, chili moído, pimenta, cominho). Comumente é utilizada como condimento para adobar carnes vermelhas, assados, miúdos ou marinados; mas dada a extensão de seu uso sua aplicação se generalizou de acordo com o talento do gourmet. Pelos ingredientes utilizados em sua composição é também relacionado ao chimichurri.

A salsa criolla peruana prepara-se com cebola roxa crua, chili amarelo e/ou chili limo e limão. Também é comum que se lhe agregue coentro ou salsa.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. Laura Garland de Pérez Palácio, "A Tampada", "Cozinha e repostería", Terceira edição; Editorial Salesiana, Lima, Registro de propriedade intelectual, número 125- Ano 1963.
  2. Fundação Felipe Antonio Custer, “A arte da cozinha peruana”. Quebecor World Peru S.A., Ano 2000. ISBN 9972-9298-0-9