Science

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Science
Edição de Fevereiro - Junho de 1883
Disciplina(s) académica(s) multidisciplinar
Arbitragem científica sim
Editor Marcia McNutt
Detalhes de publicação
Editora Associação Americana para o Avanço da Ciência ( Estados Unidos)
História 1880–presente (3 séries de volumes)
Factor de impacto
(2012)
31,027
Indexação
ISSN 0036-8075 (print)
1095-9203 (web)
LCCN 17024346
CODEN SCIEAS
OCLC 1644869
Ligações
Sítio
Acesso online
Arquivos online
JSTOR

Science (termo em ingl. usado para designar ciências naturais, sociais e formais em geral) é a revista científica publicada pela Associação Americana para o Avanço da Ciência (ingl.: American Association for the Advancement of Science — AAAS), considerada, ao lado da Nature, uma das revistas mais prestigiadas de sua categoria. Seus artigos são submetidos ao processo de revisão paritária e sua tiragem semanal é de 130 mil exemplares, além das consultas online, o que eleva o número estimado de leitores a um milhão.

História[editar | editar código-fonte]

A Science foi fundada em Nova Iorque por John Michaels em 1880 com apoio financeiro de Thomas Edison e posteriormente de Alexander Graham Bell. Inicialmente, porém, não teve muito êxito e acabou por terminar a publicação em março de 1882. Um ano depois, o entomólogo Samuel H. Scudder recupera a revista alcançando um maior renome ao cobrir as reuniões das sociedades científicas americanas, incluindo a AAAS.[1] Em 1884 a revista tem de novo problemas financeiros e foi vendida ao psicólogo James McKeen Cattell por 500$. Por acordo entre Catelll e o então secretário da AAAS Leland O. Howard, a Science passou a ser o órgão de expressão da Sociedade Americana para o Progresso da Ciência em 1900.[2] Durante os primeiros anos do século XX foram publicados na Science artigos como a descrição da genética da mosca-do-vinagre por Thomas Hunt Morgan, artigos de Albert Einstein sobre gravitação, ou sobre a nebulosa espiral de Edwin Hubble.[3] Depois da morte de Cattell em 1944 a propriedade da revista passou para a AAAS.[4]

O maior objectivo da revista é a publicação de descobertas científicas recentes. A Science é também conhecida pelas suas science-related news, que é uma publicação sobre política científica e outros assuntos relacionados com a área das ciências e tecnologia. Cobre um amplo leque de disciplinas científicas, com especial incidência nas ciências da vida. Tem um factor de impacto em 2012 de 31,027 (medido pelo índice Thomson ISI).

Em 2007 esta revista foi galardoada com o Prémio Príncipe das Astúrias de Comunicação e Humanidades juntamente com a revista Nature.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências