Sesta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A imagem de um jovem que faz uma sesta. (A rede, Gustave Courbet (1844)).

A sesta é uma pequena cochilada no início da tarde, geralmente depois do almoço. Esse período de sono é uma tradição comum em alguns países, particularmente naqueles onde o clima é quente. A palavra tem origem na expressão latina hora sexta, que no calendário romano correspondia à sexta hora a partir da manhã1 , ou seja, ao meio-dia.

Origens[editar | editar código-fonte]

A sesta é o tradicional sono durante o dia na Espanha (siesta em castelhano; migdiada em catalão), e por influência espanhola, em muitos países latino-americanos. Fatores que explicam a distribuição geográfica são principalmente a alta temperatura e consumo de alimentos pesados na refeição do meio-dia. Estes dois fatores combinados contribuem para a sensação de sonolência pós-almoço2 .

Dormir à tarde também é difundido em China, Vietnã, Bangladesh, Índia, Itália, Grécia, Croácia, Malta, Oriente Médio e Norte da África. Nesses países, o calor pode ser muito forte no início da tarde, tornando-se um almoço ideal. No entanto, em algumas regiões desses países, como o Norte de Espanha, sul da Argentina e do Chile, o clima é semelhante ao do Canadá e da Europa do Norte. Em muitas áreas, com este hábito, é comum a principal refeição do dia, à tarde, muito breve, como é prática comum na agricultura e pecuária, dentre outras atividades predominantemente rurais.

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sesta