Sleep (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sleep
Informação geral
Origem São José, Califórnia
País  Estados Unidos
Gênero(s) Stoner rock
Stoner metal
Doom metal
Período em atividade 1990 - 1998
2009 - atualmente
Gravadora(s) London Records
Very Small Records
Earache Records
Southern Lord Records
Tee Pee Records
The Music Cartel
Afiliação(ões) Om
High on Fire
Neurosis
Shrinebuilder
Asbestosdeath
The Sabians
Kalas
Integrantes Al Cisneros
Matt Pike
Jason Roeder
Ex-integrantes Chris Hakius
Justin Marler

Sleep é uma banda de stoner rock de San Jose, Califórnia. Durante o final dos anos 1980, Al Cisneros, Tom Choi, Chris Hakius e Matt Pike formaram uma banda de crust punk chamada Asbestos Death, lançando dois singles 7" . Aproximadamente em 1990, Tom Choi deixou a banda e foi substituído por Justin Marler. O nome da banda então muda para Sleep.

História[editar | editar código-fonte]

Vindos de Vale do Silício/San Jose, Califórnia, nos E.U.A é formada a banda de Stoner Rock , Sleep uma evolução natural da banda crust punk dos anos 1990, Asbestos Death que era formado por Cisneros, Hakius e guitarrista Tom Choi. O Asbestos Death tornou-se um quarteto com a entrada de Matt Pike (atual High On Fire) na guitarra, e registrou 2 singles - Dejection for Profane Existencee Unclean. Choi sai da banda e mais tarde tocaria com as bandas Operator Generator, It's I, Noothgrush e hoje em dia, toca com o Black Jets. O Asbestos Death recrutou Justin Marler como substituto de Choi e troca seu nome para Sleep. O debute deles - Volume A foi lançado em 1991. Freqüentemente comparado a bandas como Saint Vitus, o Sleep logo ganhou dedicados fãs dentro, dentro da cena Stoner Rock, naquela época, ainda pequena e impressiona-os com o seu som. A banda busca um direcionameto lisérgico para o seu som, assim como na vida pessoal dos outros membros. O integrante Marler deixou a banda para levar uma vida Monástica, deixando a banda como um power trio. A gravadora Earache Records recebeu uma demo-tape da banda pelo correio. Gravado por Billy Anderson que os produz no estúdio Razors Edge em San Francisco, a fita mostra o amor da banda pelo som retrô, dos descarado riffs a lá Black Sabbath/Blue Cheer, até a fixação deles por aparelhagem vintage anos 1970, com amplificadores Matamp de cor vermelho e laranja. O selo imediatamente assina com a banda e lança a fita exatamente como foi recebido. Em Março de 1993, o álbum Sleep's Holy Mountain chega nas lojas. O álbum Sleep's Holy Mountain é extensamente-considerado como o pináculo criativo da banda, considerado também um dos melhores álbuns de stoner rock de todos os tempos. O lançamento do álbum foi seguida por uma potencial oferta lucrativa da London Records, e assim a banda assina com eles. Por esse contrato, em 1995 eles começam a trabalhar no terceiro álbum da banda. Batizado de Dopesmoker, o álbum era de fato uma única canção que com mais de uma hora em comprimento. O álbum foi mostrado a London Records, que declara que era impossível vender esse tipo de álbum e que não pôderia ser lançado. Assim, a banda volta ao estúdio e submete-se a segunda tentativa ao álbum novo. Eles mudaram o título para Jerusalem, re-escrevem algumas das letras e apararam a música até ficar em 52 minutos, mas era essencialmente o mesmo álbum e a canção Dopesmoker. A London Records se recusa novamete a lança-lo. Frustrados e relmente infelizes com a situação, os membros decidem acabar com a banda. Em 1998, Jerusalem foi lançado como um "pirata" oficial por um amigo do grupo. Os ex-membros da falecida banda tinham conhecimento completo do ocorrido e com isso, a total aprovação do lançamento. Em 1999, Jerusalem foi lançado oficialmete pela gravadora Music Cartel nos EUA e Rise Above Records na Europa. Finalmente, em 2003 a versão original de Dopesmoker foi lançada oficialmente através de Tee Pee Records. É considerado a versão definitiva do álbum. Uma versão da música pode ser ouvida na trilha sonora do filme Flores Partidas de Jim Jarmusch. Dos ex-membors da banda, o guitarrista Matt Pike segue com a sua banda de Stoner Metal, High on Fire e Justin Marler (hoje em dia, vivendo como um monge) e Matt Haikus formaram a banda de stoner rock, The Sabians.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

  • Masters Of Misery - A Earache Tribute To Black Sabbath (1992)
  • Broken Flowers - Original Soundtrack Movie (2005)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]