Jim Jarmusch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Jim Jarmusch (Akron, Ohio, 22 de Janeiro de 1953) é um realizador estadunidense.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Estudou na escola de cinema da Universidade de Nova Iorque, sem ter no entanto terminado os seus estudos. Optou antes por aproveitar o financiamento da bolsa de que dispunha para produzir o seu primeiro filme, Permanent Vacation.

A sua primeira grande produção ocorreu em 1982 com o filme Stranger Than Paradise, o que lhe valeu a aclamação da crítica pelo seu estilo próprio. Trata-se de um marco do cinema independente americano.

Em 1995, Jarmusch realizou Dead Man, um filme passado no Oeste da América do Norte no Século XIX, protagonizado por Johnny Depp e com Gary Farmer no elenco. Este filme viria a ser qualificado como Western, "anti-Western," e "pós-Western" por variados críticos. Além disso, é considerado como um dos poucos filmes filmados por um caucasiano capaz de transmitir de forma crível a cultura dos Índios Americanos. O filme foi filmado a preto e branco pelo director de fotografia Robby Müller e possui trilha sonora composta e tocada por Neil Young.

Seguindo o seu sucesso artístico, junto da crítica e junto do público de cinema independente, Jarmusch alcançou popularidade com um filme que aborda a violência e o crime em New Jersey, Ghost Dog: The Way of the Samurai. Este filme é protagonizado por Forest Whitaker e tem trilha sonora original composta por RZA dos Wu-Tang Clan.

Uma das suas mais idiossincráticas obras é Coffee and Cigarettes, uma série de curtas metragens que iniciou em 1986. Uma das primeiras curtas-metragens de seis minutos foi exibida no espetáculo Saturday Night Live e o seu elenco era Roberto Benigni e o comediante Steve Wright. Mais tarde editou uma segunda parte com 12 minutos a que deu o título Coffee and Cigarettes - Somewhere in California, e que conta com a participação dos músicos Iggy Pop e Tom Waits. Por volta de 1993, Jarmusch disse "Filmei outras duas que estão à espera de ser montadas, e já escrevi mais duas ou três. Apesar da intenção ser que funcionem separadamente, planejo filmar à volta de 12 ou 14 e juntá-las numa edição única em vídeo." Assim, a série foi sendo progressivamente expandida com nomes como Cate Blanchett, RZA, GZA, Bill Murray, Steve Coogan e Alfred Molina e Jack e Meg dos The White Stripes. A série completa acabou por ser exibida nas salas de cinema em 2004, e chegou ao Brasil com o nome "Sobre Café e Cigarros".

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Prémios e nomeações[editar | editar código-fonte]

  • Recebeu uma nomeação ao César de Melhor Filme Estrangeiro, por "Ghost Dog: The Way of the Samurai" (1999).
  • Recebeu uma nomeação ao Independent Spirit Awards de Melhor Filme, por "Ghost Dog: The Way of the Samurai" (1999).
  • Recebeu duas nomeações ao Independent Spirit Awards de Melhor Realizador, por "Down by Law" (1986) e "Mystery Train" (1989).
  • Recebeu duas nomeações ao Independent Spirit Awards de Melhor Argumento, por "Mystery Train" (1989) e "Dead Man" (1995).
  • Ganhou o Grande Prémio do Júri no Festival de Cannes, por "Broken Flowers" (2005).
  • Ganhou a Camera de Ouro no Festival de Cannes, por "Stranger than Paradise" (1984).
  • Ganhou o Prémio de Melhor Contribuição Artística no Festival de Cannes, por "Mystery Train" (1989).
  • Ganhou a Palma de Ouro de Curta-Metragem no Festival de Cannes, por "Coffee and Cigarettes III" (1993).
  • Ganhou o Leopardo de Ouro no Festival de Locarno, por "Stranger than Paradise" (1984).
  • Ganhou o Prémio Ecumênico do Júri no Festival de Locarno, por "Stranger than Paradise" (1984).
  • Ganhou o Prémio Especial do Júri no Sundance Film Festival, por "Stranger than Paradise" (1984).
  • Ganhou o Prémio Bodil de Melhor Filme Não-Europeu, por "Down by Law" (1986).