Solanum lycocarpum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaLobeira
Lobeira em Brasília, no Brasil

Lobeira em Brasília, no Brasil
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Solanales
Família: Solanaceae
Género: Solanum
Espécie: S. lycocarpum
Nome binomial
Solanum lycocarpum
L.

A lobeira, fruta-de-lobo ou guarambá (Solanum lycocarpum) é um pequeno arbusto ou árvore de até 5 metros de altura.[1] Pertence à família das Solanaceae, a mesma do tomate e do jiló.

Onde se Encontra[editar | editar código-fonte]

flor de lobeira

Na América do Sul, no Brasil, nas regiões do cerrado e em áreas alteradas pelo homem, onde é uma das espécies pioneiras mais importantes.

A lobeira tem sua frutificação concentrada entre julho e janeiro. Multiplica-se facilmente por sementes. Seus frutos representam até 50 por cento da dieta alimentar do lobo-guará (Chrysocyon brachyurus), acreditando-se que tenham ação terapêutica contra o verme-gigante-dos-rins (Dioctophyme renale), que é muito frequente e geralmente fatal no lobo-guará. Seus frutos têm o formato arredondado, alcançando até 13 centímetros de largura, e são de cor verde e amarela (madura).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Solanum lycocarpum
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Solanum lycocarpum