Spondylosoma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaSpondylosoma
Ocorrência: Triássico Médio
Material conhecido, com um contorno hipotético.

Material conhecido, com um contorno hipotético.
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem:  ?Dinossauros
Ordem:  ?Saurischia
Género: Spondylosoma
Espécies
  • S. absconditum von Huene, 1942

Spondylosoma (significa "vértebra corpo") é um gênero de arcossauro encontrado no Ladiniano, Triássico Médio, Formação Santa Maria no Geoparque da Paleorrota, Brasil. Estudos recentes avançados sobre a sua identidade, sugerindo ser Rauisuchia ou dinossauro Saurísquio basal. Se era um dinossauro, seria o mais antigo do Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

Friedrich von Huene baseou o gênero, em um fragmento pós-craniano, que atualmente está na Universidade de Tubinga. Este esqueleto inclui dois dentes, duas vértebras cervicais, quatro vértebras dorsais, três vértebras sacrais, escápula, parte de um úmero, parte de um fêmur, e uma parte do púbis.1

Com a descoberta do dinossauro basal Estauricossauro, Espondilosoma chamou a atenção como uma possível relação. Autores tem avançado e retrocedido sobre esta questão, considerando-o um dinossauro basal, ou como um Tecodonte ou qualquer outro arcossauro basal. Este debate vai provavelmente continuar até serem encontrados e descritos novamente. 2 3

Notas e Referências

  1. von Huene, F. (1942). Die fossilen Reptilien des südamerikanischen Gondwanalandes. C.H. Beck:Munich, 342 p. [German]
  2. Galton, P.M. (2000). Are Spondylosoma and Staurikosaurus (Santa Maria Formation, Middle-Upper Triassic, Brasil) the oldest saurischian dinosaurs? Palaontologische Zeitschrift 74(3):393-423.
  3. Langer, M.C. (2004). Basal Saurischia. In: Weishampel, D.B., Dodson, P., and Osmólska, H. (eds.). The Dinosauria (second edition). University of California Press:Berkeley, 25-46. ISBN 0-520-24209-2