T.J. Dillashaw

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
T.J. Dillashaw
Nome de nascimento Tylor Jeffery Dillashaw
Data de nascimento 7 de Fevereiro de 1986 (28 anos)
Local de nascimento Estados Unidos Sonora, California
Outros nomes The Viper (A Víbora)
Nacionalidade Povo dos Estados Unidos norte-americano
Altura 1,68 m
Peso 61 kg
Divisão Peso Galo
Envergadura 1.68 cm
Modalidade Wrestling, Kickboxing
Luta por Sacramento, California, EUA
Equipe Team Alpha Male
Graduação NCAA Division I Wrestling
Anos ativo 2010-presente (4 anos)
Cartel no MMA
Total 13
Vitórias 11
Por nocaute 5
Por finalização 3
Por decisão 3
Derrotas 2
Por nocaute 1
Por decisão 1
Outras informações
T.J. Dillashaw no Sherdog

Tylor Jeffery Dillashaw, mais conhecido como TJ Dillashaw (pronuncia-se: Ti jei) (Sonora, 01986-02-07 7 de fevereiro de 1986) é um lutador norte-americano de artes marciais mistas, e atual campeão dos Peso Galo do Ultimate Fighting Championship. Profissional desde 2010, Dillashaw participou do reality show transmitido na Spike TV, o The Ultimate Fighter: Team Bisping vs. Team Miller. TJ é classificado como #11 no ranking peso por peso do UFC. [1]

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

Começo da carreira[editar | editar código-fonte]

Após ser graduado pela Cal State Fullerton, Dillashaw começou à treinar MMA. O Campeão Peso Pena do WEC, Urijah Faber, convidou Dillashaw para se juntar à Team Alpha Male. Dillashaw começou a treinar junto com a equipe, e acumulou um recorde amador de 2-0 antes de se tornar profissional.

Em 26 de Março de 2010, Dillashaw fez sua estréia profissional contra o também estreante, Czar Sklavos. Dillashaw usou seu wrestling para dominar a luta e conseguir uma vitória por decisão unânime. Dois meses depois, Dillashaw retornou para enfrentar Brandon Drucker, vencendo a luta por finalização no primeiro round. A luta aconteceu no Fight For Wrestling, um evento de MMA localizado na Califórnia tentando arrecadar dinheiro para financiar a Equipe Cal Poly.

Dillashaw conseguiu ainda mais duas vitórias e teve o recorde aumentado para 4-0, até entrar para a décima primeira edição do The Ultimate Fighter.

The Ultimate Fighter[editar | editar código-fonte]

Em 2011, Dillashaw entrou para o UFC para competir no The Ultimate Fighter: Team Bisping vs. Team Miller. No primeiro episódio, ele enfrentou Matt Jaggers para garantir uma vaga na casa do Ultimate Fighter. Dillashaw derrotou Jaggers por nocaute técnico no primeiro round.

Dillashaw foi escolhido para fazer parte da Equipe Bisping, ele foi o segundo peso galo escolhido para a equipe (sétimo no toral). Dillashaw derrotou Roland Delorme por finalização no round preliminar e foi para a semi-final. Na semi-final enfrentou Dustin Pague por uma vaga na final do peso galo. Dillashaw dominou Pague, conseguindo uma vitória por decisão unânime.

Ultimate Fighting Championship[editar | editar código-fonte]

Dillashaw fez sua estréia oficial no UFC em 3 de Dezembro de 2011 em Las Vegas, Nevada no The Ultimate Fighter 14 Finale, contra John Dodson para determinar o vencedor do Peso Galo do The Ultimate Fighter 14. Dillashaw perdeu por nocaute técnico.

Dillishaw voltou ao octógono em 15 de Fevereiro de 2012 no UFC on Fuel TV: Sanchez vs. Ellenberger contra Walel Watson.[2] Dillashaw dominou Watson usando seu wrestling superior para controla-lo no chão, com diversas tentativas de finalizações no fim da luta. Dillashaw venceu a luta por decisão unânime.[3]

Dillashaw enfrentou Vaughan Lee em 11 de Julho de 2012 no UFC on Fuel TV: Muñoz vs. Weidman.[4] Ele venceu por finalização no primeiro round.

Dillashaw era esperado para enfrentar Mike Easton em 8 de Dezembro de 2012 no UFC on Fox: Henderson vs. Diaz.[5] Porém, Dillashaw foi forçado a se retirar da luta com uma lesão e foi substituído por Bryan Caraway.[6]

Dillashaw enfrentou Issei Tamura em 16 de Março de 2013 no UFC 158. Dillashaw venceu por nocaute em 26 segundos do segundo round.[7]

Dillashaw substituiu Francisco Rivera contra Hugo Wolverine em 20 de Abril de 2013 no UFC on Fox: Henderson vs. Melendez e venceu por nocaute técnico no primeiro round. Essa foi a segunda vitória de Dillashaw em pouco mais de um mês.

Dillashaw foi derrotado em decisão dividida e polêmica por Raphael Assunção no dia 9 de Outubro de 2013 no UFC Fight Night: Maia vs. Shields.

Dillashaw enfrentou Mike Easton em 15 de Janeiro de 2014 no UFC Fight Night: Rockhold vs. Philippou. Dillashaw venceu por decisão unânime em uma performance dominante.

Dillashaw era esperado para enfrentar o japonês Takeya Mizugaki em 24 de Maio de 2014 no UFC 173, mas após a lesão de Chris Weidman (que faria o evento principal contra Lyoto Machida) ele foi escalado para disputar o Cinturão Peso Galo do UFC contra Renan Barão no novo evento principal do mesmo evento.

Cinturão dos Galos do UFC[editar | editar código-fonte]

Barão entrou como amplo favorito nas casas de apostas, mas foi completamente dominado pelo americano, que venceu os 5 rounds e terminou com um nocaute técnico aos 2m36s do quinto round. T.J. lutou o tempo todo com a guarda baixa, e conseguiu um knockdown em Barão logo no primeiro round. Os rounds seguintes seguiram com o americano sendo amplamente superior, até conseguir o nocaute técnico no último assalto.[8] T.J. levou os prêmios de performance da noite e Luta da Noite.

Segundo o site FightMetric, a superioridade de T.J. Dillashaw foi traduzida em números. Enquanto o americano acertou 140 golpes significativos, Barão encaixou menos da metade – apenas 60. [9]

O cinturão do UFC conquistado em 25 de maio, 2014


No final do combate, o apresentador Joe Rogan ainda dentro do octógono disse que a performance do T.J. foi a maior que ele já viu na organização:

Cquote1.svg Essa foi a maior performance que eu já vi em toda minha vida. Você superou todas as expectativas com essa performance. Isso foi maravilhoso, incrível. T.J. essa é simplesmente uma das performances mais refinadas da história do UFC![10] - Cquote2.svg
Disse Joe Rogan após a luta

A vitória transformou Dillashaw no terceiro campeão do UFC revelado pelo TUF, ao lado de Rashad Evans e Forrest Griffin, mas apenas o Alpha Male não venceu o reality show – foi derrotado na final da 14ª temporada por John Dodson.[11]

Defesas de cinturão[editar | editar código-fonte]

A revanche entre Dillashaw e o ex-campeão Renan Barão foi imediatamente marcada pelo UFC, e programada, a principio para 30 de Agosto de 2014 no UFC 177. No entanto o brasileiro passou mal durante o corte de peso no dia da pesagem e foi substituído por Joe Soto, ex-Campeão Peso Pena do Bellator. Apesar do desafiante superar as expectativas, acabou sucumbindo em um chute de direita de T.J. aos 2:20 do último round. T.J. ganhou mais uma vez o prêmio de Performance da Noite.

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Vitória 11-2 Estados Unidos Joe Soto Nocaute (chute na cabeça e soco) UFC 177: Dillashaw vs. Soto 30/08/2014 5 2:20 Estados Unidos Sacramento, California Defendeu o Cinturão Peso Galo do UFC. Performance da noite.
Vitória 10-2 Brasil Renan Barão Nocaute Técnico (chute na cabeça e socos) UFC 173: Barão vs. Dillashaw 24/05/2014 5 2:26 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Ganhou o Cinturão Peso Galo do UFC. Luta e Performance da noite.
Vitória 9-2 Estados Unidos Mike Easton Decisão (unânime) UFC Fight Night: Rockhold vs. Philippou 15/01/2014 3 5:00 Estados Unidos Duluth, Georgia
Derrota 8-2 Brasil Raphael Assunção Decisão (dividida) UFC Fight Night: Maia vs. Shields 09/10/2013 3 5:00 Brasil Barueri, São Paulo Luta da Noite.
Vitória 8-1 Brasil Hugo Wolverine Nocaute Técnico (socos) UFC on Fox: Henderson vs. Melendez 20/04/2013 1 4:22 Estados Unidos San Jose, California
Vitória 7-1 Japão Issei Tamura Nocaute (joelhada & socos) UFC 158: St. Pierre vs. Diaz 16/03/2013 2 0:26 Canadá Montreal, Quebec
Vitória 6-1 Inglaterra Vaughan Lee Finalização (neck crank) UFC on Fuel TV: Muñoz vs. Weidman 11/07/2012 1 2:33 Estados Unidos San Jose, California
Vitória 5-1 Estados Unidos Walel Watson Decisão (unânime) UFC on Fuel TV: Sanchez vs. Ellenberger 15/02/2012 3 5:00 Estados Unidos Omaha, Nebraska
Derrota 4-1 Estados Unidos John Dodson Nocaute Técnico (socos) The Ultimate Fighter 14 Finale 03/12/2011 1 1:54 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Perdeu o The Ultimate Fighter 14
Vitória 4-0 Estados Unidos Taylor McCorriston Nocaute Técnico (socos) Capitol Fighting Championships 1 20/11/2010 3 1:07 Estados Unidos Sacramento, California
Vitória 3-0 Estados Unidos Mike Suarez Finalização (mata-leão) Rebel Fighter 11 02/10/2010 1 2:42 Estados Unidos Roseville, California
Vitória 2-0 Estados Unidos Brandon Drucker Finalização (mata-leão) Fight for Wrestling 1 22/05/2010 1 2:46 Estados Unidos San Luis Obispo, California
Vitória 1-0 Estados Unidos Czar Sklavos Decisão (unânime) King of the Cage 182 26/03/2010 3 5:00 Estados Unidos Reno, Nevada


Precedido por:
Renan Barão
3º Campeão Peso-Galo do UFC
24 de maio de 2014 - presente
''

Referências[editar | editar código-fonte]