The Desert Rats

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Desert Rats
Ratos do deserto (PT/BR)
 Estados Unidos
1953 • P&B • 88 min 
Direção Robert Wise
Roteiro Richard Murphy
Elenco Richard Burton
Robert Newton
James Mason
Género Guerra
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Desert Rats (br/pt: Ratos do deserto) é um filme estadunidense de 1953 do gênero guerra, dirigido por Robert Wise. O filme conta a resistência de tropas aliadas em Tobruk durante a II Guerra Mundial, com o ator James Mason retornando ao papel do Marechal Erwin Rommel, que havia interpretado em filme de 1951.

Elenco Principal[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em meados de abril de 1941, o Afrika Korps da Alemanha Nazista liderados pelo célebre marechal-de-campo Erwin Rommel, combatia repetidamente os aliados pelo controle do Norte da África. Rommel queria abrir caminho até o Canal de Suez enquanto o exército britânico tentava deter seu avanço a tempo de conseguir se recompor e obter reforços. A última linha de defesa no caminho de Rommel foi montada em Tobruk, na Líbia. Para lá foi enviada a Nona Divisão Australiana, que ainda não estava adequadamente treinada.

Para comandar os australianos foi escolhido o capitão escocês Tammy MacRoberts, que recebeu ordens de aguentar a pressão de Rommel por pelo menos dois meses. MacRoberts se mostra eficiente e frio, o que desagrada os australianos. Nas tropas, Tammy reencontra seu antigo mestre-escola Tom Bartlet, servindo como soldado raso. Tom se tornara um bêbado e Tammy tenta tirá-lo da ação, mas ele não aceita. À medida que os bombardeios e as missões se tornam mais perigosas e desesperadas, Tom se mostrará um bom conselheiro para Tammy, ajudando-o a conseguir a lealdade total das tropas, as quais, pela sua bravura, ficarão conhecidas por "Ratos do deserto".

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Na batalha real, a Nona Divisão Australiana foi comandada pelo general Leslie Morshead.
  • "Ratos do deserto" foi o apelido dado à Sétima Divisão Blindada do Reino Unido. A companhia australiana que aparece no filme fora insultada pela propaganda nazista como "ratos presos na ratoeira", o que fez com que os compatriotas australianos passassem a chamá-los orgulhosamente de "Ratos de Tobruk".

Ligações externas[editar | editar código-fonte]