The Fortunate Pilgrim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2010). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
The Fortunate Pilgrim
"O Imigrante Feliz" e "Mamma Lucia"
Autor (es) Mario Puzo
Idioma Inglês
País United States
Lançamento 1965
ISBN 0-449-00358-2 (brochura)
Cronologia
Último
Último
The Dark Arena
The Runaway Summer of Davie Shaw
Próximo
Próximo

The Fortunate Pilgrim (em português: O Imigrante Feliz[1] ou Mamma Lucia[2] ) é um romance de 1965 de Mario Puzo. Trata da família Angeluzzi-Corbos, uma família de imigrantes vivendo uma vida adaptada na cidade de Nova Iorque. O chefe da família é Lucia Santa, esposa, viúva e mãe de duas famílias. E é sua perseverança formidável de passá-los através da Grande Depressão até os anos iniciais da Segunda Guerra Mundial. Mas ela não pode evitar o conflito entre os valores italianos e os valores americanos, e a violência e o derramamento de sangue que certamente o seguirão.

The Fortunate Pilgrim é o real local de nascimento do padrinho de The Godfather. Como Puzo diz, a heroína do livro, Lucia Santa, é baseada em sua própria mãe: "Qualquer hora que o Padrinho abria a boca para falar, na minha cabeça eu ouvia a voz de minha mãe. Eu ouvia sua sabedoria, sua crueldade, e seu inconquistável amor por sua família e pela própria vida. … A coragem e a lealdade do Don vieram dela; sua humanidade veio dela…e mais, agora eu sei, sem Lucia Santa, eu não poderia ter escrito The Godfather."

Até o dia de sua morte, Mario Puzo considerou The Fortunate Pilgrim como o mais refinado, mais poético e mais literato trabalho. Em uma de suas últimas entrevistas ele afirmou que estava triste pelo fato de The Godfather, uma ficção que não viveu, ter ofuscado o romance sobre sua mãe e sua luta como honesta imigrante por respeito na América e sua coragem e amor aos filhos, como retratado em The Fortunate Pilgrim, de 1965.

The Fortunate Pilgrim não deu louros em vida a Puzo, isto aconteceu somente quando ele optou pelo modo de Hollywood de se vender para a América, com o esteriótipo de imigrantes italianos como gângsters, que fez com qua a fama de Puzo subisse muito como escritor.

Referências

  1. Ed. Record. (Brasil) 7ª Edição. Ano: 1964. Brochura. 252 páginas. Idioma: Português. Tradução de Carlos Nayfeld. Categoria: Literatura Estrangeira. Romance
  2. Editora Expressão e Cultura (Brasil) - 1971 - 294pg.