Trióxido de boro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Trióxido de boro
Alerta sobre risco à saúde
B2O3powder.JPG
Kristallstruktur Bortrioxid.png
Outros nomes Óxido bórico
Anidrido bórico
sesquióxido de boro
Identificadores
Número CAS 1303-86-2
PubChem 518682
Número RTECS ED7900000
Propriedades
Fórmula molecular B2O3
Massa molar 69,6182 g/mol
Aparência Sólido, cristalino
Densidade 2,56 g·cm-3 (cristalino)[1]
1,83 g·cm-3 (amorfo)[1]
2,460 g/cm3, líquido [carece de fontes?]
3,11–3,146 g/cm3, monoclínico [carece de fontes?]
Ponto de fusão

475 °C (cristalino)[1]

Ponto de ebulição

1860 °C[2] , sublima a 1500 °C[3]
2250 °C[1]

Solubilidade em água 36 g·l-1 (25 °C)[4]
Solubilidade parcialmente solúvel em metanol [carece de fontes?]
Acidez (pKa) ~ 4 [carece de fontes?]
Riscos associados
Classificação UE Repr. Cat. 2
NFPA 704
NFPA 704.svg
0
2
0
 
Frases R R60, R61
Frases S S53, S45
LD50 3163 mg·kg-1 (Camundongo, oral) [5]
Compostos relacionados
Outros catiões/cátions Óxido de berílio
Óxido de alumínio
Dióxido de carbono
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

O óxido de boro é um composto químico, apresentando-se como um sólido inodoro, incolor ou branco, também conhecido como trióxido de diboro, cuja fórmula é B2O3.

Aplicações[editar | editar código-fonte]

  • Agente vitrificante para vidro e cerâmica.
  • Material reagente para a síntes de outros compostos de boro, como o carbeto de boro.
  • Como aditivo usado nas fibras de vidro ( fibra óptica)
  • Usado na produção de vidro borossilicato.
  • Foi um dos primeiros produtos usados para a obtenção do boro. O método usado era a redução do trióxido de boro com metais como magnésio ou alumínio, porém, o produto resultante quase sempre estava contaminado.

Obtenção[editar | editar código-fonte]

O trióxido de boro é obtido pela desidração térmica do ácido bórico:

2 H3BO3 + 190,5 kJ → B2O3 + 3 H2O

Referências

  1. a b c d Arnold F. Holleman, Nils Wiberg: Lehrbuch der Anorganischen Chemie 102. Auflage, Walter de Gruyter, Berlin und New York 2007, ISBN 978-3-11-017770-1. S. 1104.
  2. High temperature corrosion and materials chemistry: proceedings of the Per Kofstad Memorial Symposium. Proceedings of the Electrochemical Society. [S.l.]: The Electrochemical Society, 2000. 496 pp. ISBN 1566772613.
  3. Patnaik, Pradyot. Handbook of Inorganic Chemical Compounds. [S.l.]: McGraw-Hill, 2003. 119 pp. ISBN 0070494398.
  4. Registo de Bortrioxid na Base de Dados de Substâncias GESTIS do IFA, accessado em 28 de Dezembro de 2007.
  5. Base de dados Trióxido de boro por AlfaAesar, consultado em 3. Februar 2010 ..
Bibliografia
  • Arnold F. Holleman, Nils Wiberg: Lehrbuch der Anorganischen Chemie. 102. Auflage. Berlin 2007, ISBN 978-3-11-017770-1.
  • Eckert, H. Prog. NMR Spectrosc., 24 (1992) 159-293.
  • "Quantitative study of the short range order in B,O, and B,S, by MAS and two-dimensional triple-quantum MAS 11B NMR". S.-J. Hwang, C. Femandez, J.P. Amoureux, J. Cho, S.W. Martin & M. Pruski. Solid State Nuclear Magnetic Resonance 8 (1997) 109-121.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um composto inorgânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.