Tufão Sepat (2007)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tufão Sepat
Tufão  (AMJ)
Categoria 5  (EFSS)
Sepat 16 aug 2007 0225Z.jpg
O tufão Sepat a leste de Luzon, Filipinas
Formação: 11 de agosto de 2007
Dissipação: 20 de agosto de 2007
Vento mais forte (1 min): 140 nós (259 km/h, 161 mph)
Vento mais forte (10 min): 110 nós (204 km/h, 127 mph)
Pressão mais baixa: 910 hPa (mbar) ou 683 mmHg
Danos: No mínimo 692,5 milhões de dólares
Fatalidades: No mínimo 43
Áreas afetadas: Filipinas, Taiwan e China
Parte da
Temporada de tufões no Pacífico de 2007

O tufão Sepat (designação internacional: 0708; designação do JTWC: 09W, designação filipina: Egay), às vezes chamado de super tufão Sepat foi o décimo ciclone tropical, o oitavo sistema nomeado, o sexto tufão e o quarto super tufão da temporada de tufões no Pacífico de 2007. Ao longo de seu caminho, Sepat afetou as Filipinas, e atingiu diretamente Taiwan e a China, mais exatamente na província de Fujian.

História meteorológica[editar | editar código-fonte]

O caminho de Sepat

Em 11 de agosto, um centro de circulação ciclônica de superfície formou-se em conjunção com uma persistente área de convecção a cerca de 1.280 km a sudeste de Naha, Okinawa, Japão. Ventos de altos níveis setentrionais inicialmente forneceu uma divergência beneficial, embora o fenômeno tenha resultado também na formação de ventos de cisalhamento e na falta de boas correntes de ar favoráveis para seu desenvolvimento.[1] Os ventos de altos níveis se enfraqueceram gradualmente e permitiu a criação de um ambiente mais favorável para seu desenvolvimento assim que a perturbação seguiu na periferia de um anticiclone de altos níveis. Assim que as áreas de convecção de ar envolveram todo o centro do sistema, o Joint Typhoon Warning Center (JTWC) emitiu um alerta de formação de ciclone tropical sobre o sistema no final de 11 de agosto.[2] Permanecendo quase estacionário, entre duas cristas, uma a Nordeste e outra a Sudeste, o sistema se desenvolveu mais ainda e na madrugada de 12 de Agosto, o JTWC classificou a perturbação como a depressão tropical 09W.[3] Pouco depois, a Agência Meteorológica do Japão (AMJ) classificou o sistema como uma depressão tropical enquanto o sistema estava localizado a cerca de 1.245 km a sudeste de Okinawa, Japão.[4]

Doze horas depois, o JTWC classificou a depressão tropical para uma tempestade tropical baseada[5] baseada na em estimativas de intensidade por imagens de satélite via técnica Dvorak[6] e nas bandas de tempestades fortes ciclônicas que o sistema exibia. Uma área de baixa pressão de altos níveis ajudou na diminuição dos ventos de cisalhamento que afetavam a tempestade.[6] O JTWC também alertou sobre a possibilidade de uma rápida intensificação.[6] A AMJ classificou a depressão como tempestade tropical no final daquele dia[7] nomeando-o de Sepat. O nome Sepat foi dado pela Malásia e refere-se a uma espécie de peixe de água doce.[8]

Na madrugada do dia seguinte, Sepat já apresentava um olho visível em imagens de satélite no canal microondas[9] e permanência num ambiente favorável a seu desenvolvimento, incluindo ventos de cisalhamento em enfraquecimento. Também, um anticiclone movia-se sobre Sepat.[9] Naquele momento, sepat adentrou a área de responsabilidade da PAGASA e a agência nomeou-o de "Egay". então, a AMJ classificou a tempestade como tempestade tropical severa.[10] Sepat continuou a se fortalecer e a se organizar lentamente[11] e começou a acelerar seu movimento sob a influência de uma alta subtropical que conduzia Sepat ao seu encontro.[11] Sepat se fortaleceu e tornou-se um tufão na manhã de 14 de agosto[12] [13] devido ao contínuo enfraquecimento dos ventos de cisalhamento e ao ambiente favorável a seu desenvolvimento.[14]

Sepat desenvolveu um olho, repleta de nuvens, medindo 22 km de diâmetro durante aquela noite e uma parede do olho medindo 240 km de diâmetro.[15] A temperatura da superfície do mar era favorável, em torno de 29-30 °C e que permitia Sepat a continuar o seu desenvolvimento apesar da diminuição do fluxo externo para Norte.[15] Neste momento, a pressão atmosférica no olho de Sepat tinha caído para 955 mbar.[16] O JTWC também notou a possibilidade de uma rápida intensificação iminente da tempestade.[15]

No final daquela noite, Sepat sofreu rápida intensificação, como esperado, e foi classificado pelo JTWC como um super tufão na manhã seguinte.[17] A AMJ, neste momento, dizia que a pressão atmosférica no interior do olho era de 940 mbar.[18] A convecção profunda esquentou ligeiramente e sofreu ligeiras flutuações durante à tarde.[19] Neste momento, a velocidade de movimento de Sepat diminuiu e o tufão mudou sua direção mais para Norte.[20] As nuvens que predominavam sobre seu olho desapareceram, tornou-se ligeiramente maior e seu topo esquentou.[20] No final daquela noite, o tufão já era o mais forte da temporada; a pressão atmosférica no interior de seu olho era estimada em 925 mbar pela AMJ.[21] mais baixa do que o Tufão Man-yi, que até então era considerado o mais forte tufão da temporada.

continuando a se intensificar,[22] Sepat alcançou o seu pico de intensidade, com uma pressão atmosférica central mínima de 910 mbar em 16 de Agosto.[23] O tufão também manteve seu olho livre de nuvens.[22] O alto índice de calor latente do oceano e bons fluxos externos para Sul mantiveram a intensidade do ciclone, mas um ciclo de substituição da parede do olho começou no final daquele dia, causando o enfraquecimento do super tufão.[24] O ciclo de substituição da parede do olho continuou durante aquela noite e na manhã seguinte, Sepat apresentava paredes do olho concêntricas, com a parede do olho interna sendo a mais fraca.[25] No final de 17 de agosto, o JTWC classificou Sepat novamente como um tufão.[26]

Sepat atingiu o leste de Taiwan entre Taitung e Hualien na manhã de 18 de agosto, horário local (21:00 UTC de 17 de Agosto)[27] e se enfraqueceu para um tufão mínimo.[28] Depois de cruzar a ilha de Taiwan, Sepat ainda mantinha a força de um tufão mínimo antes de se enfraquecer para uma tempestade tropical severa naquela noite.[29] 24 horas depois de Sepat ter atingido Taiwan, o ciclone tropical atingiu a costa da China e foi classificado como tempestade tropical na manhã seguinte. Sepat se enfraqueceu ainda mais sobre terra e o último aviso sobre o sistema foi emitido na manhã de 20 de agosto.

Preparativos[editar | editar código-fonte]

O governo da República da China (Taiwan) emitiu alertas de tufão marítimos na manhã de 16 de agosto e avisos terrestres no final daquela noite.[30] Em todos os condados e cidades da ilha, um "feriado de tufão" foi declarado para ajudar a população a se preparar para a chegada de Sepat.[31] Nas Filipinas, a PAGASA emitiu avisos de tempestade públicos sinal 1 a 3 (o sinal 4 é o mais alto) para algumas províncias da região de Luzon.[32]

Mais de 900.000 pessoas tiveram que ser retiradas no leste da China e mais de 100 voos foram cancelados.[33] No Taiwan, mais de 2.000 também foram retiradas.[34]

Depois de Sepat ter atingido a costa da China, o escritório meteorológico regional da província de Hunan enviou mais de 2,25 milhões de mensagens de texto à população para avisar a eles sobre os temporais remanescentes de Sepat.[35]

Impactos[editar | editar código-fonte]

Filipinas[editar | editar código-fonte]

Em 15 de Agosto, chuvas de monção trazidas pelo tufão Sepat alagaram e paralisaram o trânsito na região metropolitana de Manila, Filipinas.[36] As aulas e os serviços governamentais foram suspensas até 17 de Agosto.[37] No país, no mínimo 3 pessoas se afogaram devido às fortes chuvas.[34]

Taiwan[editar | editar código-fonte]

Ventos constantes de 126 km/h foram registrados próximo à costa de Taiwan em 18 de Agosto assim que Sepat atingiu o país.[33]

A chuva forte no Taiwan, que alcançou 984 mm (quase 1 metro) em Tianhsiang, em Hualien[38] resultou em vários deslizamentos de terra, especialmente nas regiões montanhosas e na região sul do país.[33] A combinação das chuvas pesadas com os fortes ventos causaram danos estimados em $34,5 milhões de dólares na agricultura.[39] Mais de 70.000 ficaram sem eletricidade e quase 9.000 casas ainda estavam sem eletricidade uma semana após a passagem do tufão Sepat.[34]

A auto-estrada Suao-Huaien também foi fechada devido aos deslizamentos de terra provocadas pela alta precipitação trazida por Sepat.[38] No Taiwan pelo menos uma pessoa morreu.[34]

China[editar | editar código-fonte]

Na província de Fujian, os ventos de Sepat derrubaram vários outdoors e destelharam muitas casas. Um tornado foi registrado em Zhejiang, matando 13 pessoas e ferindo mais de 60.[33] Em muitos condados a precipitação alcançou mais de 200 mm de chuva.[35] As chuvas torrenciais de Sepat causaram vários deslizamentos de terra em Fujian; pelo menos 12 pessoas ficaram desaparecidas.[35] Os deslizamentos de terra foram à causa de 39 mortes em toda a China durante a passagem do tufão.[34] Além de Fujian e Zhejiang, foram registrados danos também nas províncias de Jiangxi e Hunan. No total, os danos foram calculados em $658 milhões de dólares.[34]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o portal:
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Tufão Sepat (2007)

Referências

  1. Alpha Forecast Team (2007). August 11 Significant Tropical Weather Advisory. Joint Typhoon Warning Center. Página visitada em 2007-08-15.
  2. Bravo Forecast Team (2007). August 11 Significant Tropical Weather Advisory (2). Joint Typhoon Warning Center. Página visitada em 2007-08-15.
  3. Joint Typhoon Warning Center (2007). Tropical Depression 09W Discussion NR 001. Página visitada em 2007-08-15.
  4. Japan Meteorological Agency (2007). Tropical Cyclone Advisory. Página visitada em 2007-08-15.
  5. ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/GuamStuff/2007081215-WTPN.PGTW
  6. a b c ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/GuamStuff/2007081215-WDPN.PGTW
  7. Japan Meteorological Agency (2007). Tropical Storm Sepat Tropical Cyclone Advisory. Página visitada em 2007-08-15.
  8. Typhoon names.
  9. a b ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/GuamStuff/2007081303-WDPN.PGTW
  10. ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/Tokyo/2007081306.RJTD
  11. a b ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/GuamStuff/2007081315-WDPN.PGTW
  12. ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/Tokyo/2007081400.RJTD
  13. ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/GuamStuff/2007081403-WTPN.PGTW
  14. ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/GuamStuff/2007081403-WDPN.PGTW
  15. a b c ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/GuamStuff/2007081415-WDPN.PGTW
  16. www.webcitation.org/5R5qN2RuB.
  17. ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/GuamStuff/2007081503-WDPN.PGTW
  18. ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/Tokyo/2007081500.RJTD
  19. ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/GuamStuff/2007081509-WTPN.PGTW
  20. a b ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/GuamStuff/2007081515-WDPN.PGTW
  21. www.webcitation.org/5R7Su6gGk.
  22. a b ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/GuamStuff/2007081603-WDPN.PGTW
  23. www.webcitation.org/5R7nAjOR1.
  24. ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/GuamStuff/2007081615-WDPN.PGTW
  25. ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/GuamStuff/2007081703-WDPN.PGTW
  26. ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/GuamStuff/2007081709-WTPN.PGTW
  27. ftp://ftp.met.fsu.edu/pub/weather/tropical/GuamStuff/2007081803-WDPN.PGTW
  28. www.webcitation.org/5RAux0QOD.
  29. www.webcitation.org/5RBaYJ7 DL.
  30. www.taipeitimes.com/News/front/archives/2007/08/17/2003374547.
  31. tw.news.yahoo.com/article/url/d/a/070817/1/ix7k.html.
  32. www.webcitation.org/5RAATPItm.
  33. a b c d news.bbc.co.uk/2/hi/asia-pacific/6952715.stm.
  34. a b c d e f Reuters. "Typhoon Sepat kills 39 in China", CNN, 2007-08-22. Página visitada em 2007-08-23.
  35. a b c "Typhoon Sepat sweeps NW after killing 19 in SE China", Xinhua, 2007-08-20.
  36. newsinfo.inquirer.net/breakingnews/metro/view_article.php?article_id=82753.
  37. newsinfo.inquirer.net/breakingnews/metro/view_article.php?article_id=82675.
  38. a b www.chinapost.com.tw/news/2007/08/20/119046/Agricultural-losses.htm.
  39. news.xinhuanet.com/english/2007-08/19/content_6563502.htm.


Ciclones tropicais da Temporada de tufões no Pacífico de 2007
08
Escala de Furacões de Saffir-Simpson
DT TS TT 1 2 3 4 5



*PAGASA
#JTWC
SN - Sem nome