USS Enterprise (CVN-65)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
USS Enterprise (CVN-65)
Carreira   Bandeira da marinha que serviu Estados Unidos
Fabricante Newport News Shipbuilding
and Drydock Company
Batimento de quilha 4 de fevereiro de 1958
Lançamento 24 de setembro de 1960
Batismo 24 de setembro de 1960
Comissionamento 25 de novembro de 1961
Porto de registo Naval Station Norfolk, Virgínia
Período de serviço 12 de janeiro de 1962 - Fora de serviço (1 de dezembro de 2012)
Outro(s) nome(s) Big E
Emblema do navio
USS Enterprise (CVN-65) coat of arms.png
Características gerais
Tipo de navio Porta-aviões
Classe classe Enterprise
Deslocamento 94 781 t (carregado)
Comprimento 342 m
Boca 40.5 m
Calado 12 m
Propulsão 8 reatores nucleares A2W
4 conjuntos de turbinas a vapor
4 eixos
Velocidade 33.6 nós (62.2 km/h)
Autonomia Ilimitado - 20 a 25 anos
Blindagem Cinturão de alumínio de 200 mm
Armamento 2 RIM-7 Sea Sparrow
2 Phalanx CIWS
2 RIM-116 Rolling Airframe Missile
Aeronaves Até 90
Equipamentos especializados Radar AN/SPS-48 3D
Radar AN/SPS-49 2D
Tripulação 5 828
Notas
Lema:

We are Legend;
Ready on Arrival;
The First, the Finest;
Eight Reactors, None Faster

A USS Enterprise (CVN-65) foi o primeiro superporta-aviões de propulsão nuclear a fazer parte da frota da Marinha de Guerra dos Estados Unidos, foi também o primeiro a ser construído no mundo com este tipo de propulsão. Com os seus 342,3 m é o maior barco militar em operação no mundo.[1] O navio pertence a Classe de mesmo nome.

O seu descomissionamento esta previsto para 2014-2015, quando será substituído pelo USS Gerald R. Ford (CVN-78) que esta em construção. O nome Enterprise não será abandonado pela marinha americana. Está marcado para o ano de 2023 o comissionamento da nova USS Enterprise (CVN-80), da classe Ford.[2] [3]

A USS Enterprise é o oitavo navio da Armada Norte Americana a receber este nome.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O navio foi construído pela Newport News Shipbuilding Co. e entrou em operação em 25 de Novembro de 1961.

O plano original previa a construção de seis navios na Classe Enterprise, somente o CVN-65 foi concluído. O cancelamento dos demais foi motivado pelos elevados custos.

Aeronaves[editar | editar código-fonte]

Tripulação[editar | editar código-fonte]

  • 3 200 (navio)
  • 2 480 (aviação)
  • 5 680 (total)[1]

Imagens[editar | editar código-fonte]

Imagens internas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c USS Enterprise (CVN-65) (em inglês) navysite. Página visitada em 3 de agosto de 2012.
  2. USS Enterprise (CVN-65) – Official Facebook Page, Navy, http://www.facebook.com/USS.Enterprise.CVN.65, visitado em 1 de dezembro de 2012 
  3. This story was written by USS Enterprise Public Affairs. Enterprise, Navy's First Nuclear-Powered Aircraft Carrier, Inactivated Navy.mil. Página visitada em 8 de dezembro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre USS Enterprise (CVN-65)


Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.