Winger (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde agosto de 2013).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Winger
Winger 2007.jpg
Winger em 2007
Informação geral
Origem Nova Iorque, Nova Iorque
País  Estados Unidos
Gênero(s) hard rock
glam metal
Período em atividade 1987–1994
2001–2003
2006–presente

Winger é uma banda estadunidense de Glam Metal/Hard Rock formada em 1987 em Nova Iorque.

História[editar | editar código-fonte]

Início da carreira[editar | editar código-fonte]

Kip Winger é americano, de Denver. Estudou música clássica na sua adolescência. Começou estudando em Nova York e depois voltou para Denver, com o propósito de estudar na universidade de lá. Ao mesmo tempo que estudava ballet clássico, Kip compunha suas canções voltadas para o Rock. Suas maiores influências eram Yes, Jethro Tull e Alice Cooper.

Em 1982 Kip retornou a Nova York e procurou seu velho conhecido que havia se tornado um conceituado produtor: Beau Hill.

Kip começou a fazer trabalhos de freelancer; compunha e fazia arranjos de estúdio juntamente de Beau. A idéia de Kip era formar uma banda, mas estava difícil achar os componentes ideais. Suas contribuições mais relevantes estão no álbum de Fiona “Beyond the pale” e do Kix, onde ele co-escreveu a canção “Bang Bang”.

Em 1986, surge a grande oportunidade de Kip. Alice Cooper procurava por um baixista para gravar o álbum “Constrictor”, e ele conseguiu a vaga. Durante a turnê do álbum, ele aproveitava os momentos vagos para preparar o material para o álbum de sua banda que já tinha mais dois integrantes: Paul Taylor e Reb Beach. O Tecladista e o guitarrista da banda de Alice se mostraram interessados no projeto de Kip. Para fechar o time, ele contactou o renomado baterista de estúdio Rod Morgenstein, que aceitou o convite.

Após gravar mais um álbum com Alice Cooper, a banda entrou em estúdio para a gravação de estréia. Inicialmente a banda se chamaria Sahara, mas por sugestão de Alice, eles usariam o sobrenome de Kip. Como o Van Halen, a banda se chamaria apenas Winger.

O disco foi elogiado pela crítica. O single “Seventeen” empolgou os produtores que queriam mais. Assim sendo sai em 90 “In the heart of The Young”. O disco consegue destaque no cenário devido ao hit “Miles Away”. O Winger parte para a estrada junto de bandas como Kiss e Slaughter. "Miles Away" também entrou na trilha sonora internacional da novela global Felicidade, em 1991.

Relacionamento com a MTV[editar | editar código-fonte]

Na série animada Beavis and Butt-head, que foi ao ar na MTV em meados dos anos 1990, o Winger foi alvo constante de exposição ao ridículo. Na série, Stewart – o vizinho gordinho que é alvo de bullying e tenta ser aceito – sempre usa uma camiseta do Winger. Enquanto comentam vídeos, Beavis e Butt-head sempre se referem aos integrantes do Winger como "bichinhas", especialmente o vídeo da canção "Seventeen". De acordo com Mike Judge, criador da série, isto deve-se ao fato de Kip Winger ter dito à MTV que não iria deixar que eles fizessem piadas com a banda. Numa entrevista de 2005, Reb Beach declarou que o tratamento recebido foi responsável pelo declínio na popularidade da banda:

Cquote1.svg Nós lançamos o álbum estávamos na estrada, e perdemos o chão da noite para o dia. Um cara nos mostrou, no ônibus, uma cópia de um episódio de Beavis and Butt-head onde eles sacaneavam um nerd que usava uma camiseta do Winger. Eles iam na casa dele, onde todos eram um bando de perdedores, e todos usavam camisetas do Winger, até o cachorro. Naquela semana, nossos shows começaram a esvaziar, e nossas vendas de discos despencaram. A canção "Down Incognito" estava decolando nas rádios quando os DJs a removeram das playlists, porque eles começaram a ficar envergonhados. Um mês depois, eu liguei para a gravadora Atlantic e disseram que ninguém conhecia o Winger. Cquote2.svg
Reb Beach

Anos 1990 em diante[editar | editar código-fonte]

Com a ascenção do grunge, o Winger assumiu uma nova postura. A banda tentou pegar uma carona na nova tendência musical. Em 1993, eles editam "Pull". A banda se mostra como um trio, já que Paul Taylor preferiu dedicar-se a outros projetos. O disco não convence os fãs, nem a mídia, apesar de Kip dizer até hoje que é o melhor disco que ele já fez em sua carreira.

O Winger resolver se separar, e Kip começa a pensar em um álbum solo, quando uma tragédia acontece, sua esposa Beatrice morre em um acidente de carro. O disco é lançado com o nome de "This Conversation Seems Like a Dream". Kip parte para uma turnê acústica, e logo em seguida grava “Down Incognito”. Mergulhado em melancolia, Kip solta mais um álbum solo em 1999, batizado de “Songs from the Ocean Floor”, um álbum dedicado a sua esposa falecida.

Com a entrada do ano 2000, Kip resolve começar uma nova era. Procurando esquecer a melancolia dos álbuns solo, ele coloca o Winger novamente na ativa e desta vez a banda volta como um quinteto. Além dos quatro integrantes originais, soma-se mais um guitarrista chamado John Roth.

Atualmente a banda faz apresentações ao vivo e ainda recebe muitos elogios. Um novo álbum de estúdio está caminho. Um DVD intitulado "Live", com os grandes sucessos do grupo foi lançado recentemente para o deleite dos fãs de Winger.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

  • Winger (1988)
  • In the Heart of the Young (1990)
  • Pull (1993)
  • IV (2006)
  • Karma (2009)

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

  • Winger Live (2007)

Compilações[editar | editar código-fonte]

  • The Very Best of Winger (2001)
  • Demo Anthology (2007)

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Título Posições nas paradas Álbum
US Hot 100[1] US Mainstream Rock[1]
1988 "Madalaine" - #27 Winger (Sahara)
1989 "Seventeen" #26 #19 Winger (Sahara)
1989 "Headed for a Heartbreak" #19 #8 Winger (Sahara)
1989 "Hungry" #85 #34 Winger (Sahara)
1990 "Can't Get Enuff" #42 #6 In the Heart of the Young
1990 "Miles Away" #12 #14 In the Heart of the Young
1991 "Easy Come Easy Go" #41 #20 In the Heart of the Young
1993 "Down Incognito" - #15 Pull

Referências

Flag of the United States.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical dos Estados Unidos, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.