Xenopus laevis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaXenopus laevis
rã-de-unhas-africana
Froggy.jpg

Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Amphibia
Ordem: Anura
Família: Pipidae
Género: Xenopus
Espécie: X. laevis
Nome binomial
Xenopus laevis
( Daudin, 1802)
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons

Xenopus laevis, conhecida pelo nome comum de rã-de-unhas-africana,[1] é uma espécie de anfíbio anuro de origem africana, estritamente aquático.

Descrição[editar | editar código-fonte]

As fêmeas podem atingir cerca de 15 cm de comprimento, chegando os machos a cerca de metade. Possuem cabeça e corpo achatados. Corpo hidrodinâmico, possuindo patas posteriores bem adaptadas ao nado. Não possui língua, tal como os restantes membros da família Pipidae.

Alimenta-se basicamente de invertebrados aquáticos, peixes, e qualquer outro animal que caiba em sua boca, tendo um apetite voraz.

Como todo animal albino, a visão não é seu forte. Por isso costuma atacar o que passe por perto para tentar se alimentar.

Produz sons, embora não utilizando saco vocal.

Originária da África subsariana, tornou-se espécie invasora no Chile, Califórnia, Florida, Sicília e na região ocidental de França. Em 2006 foi encontrada em Portugal, na Ribeira da Lage, no concelho de Oeiras. Mais tarde, também chegou à Ribeira de Barcarena.

Alimenta-se de ovos, larvas e adultos de outros anfíbios, lagostins, peixes de água doce, vermes e moluscos. Na ribeira da Lage, esta rã está a alimentar-se da única outra espécie de anfíbios aí identificada, a rã-verde (Rana perezi).

Foi introduzido acidentalmente no estado da Flórida, EUA, devido à libertação de exemplares em lagos e outras massas de água por indivíduos que os teriam posteriormente adquirido em lojas de animais, sendo agora proibida a sua manutenção em cativeiro em muitos estados deste país, pois trata-se de uma espécie prolífica, capaz de dizimar espécies autóctones com relativa facilidade.

Devido ao alto índice de fertilidade, facilidade de manutenção em cativeiro e peculiaridade, tem sido utilizado em inúmeras experiências laboratoriais, tendo sido o primeiro animal a ser clonado.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Xenopus laevis


Ícone de esboço Este artigo sobre anfíbios é um esboço relacionado ao Projeto Anfíbios e Répteis. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.