Yuri Lisyansky

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Yuri Lisyansky

Yuri Fyodorovich Lisyansky (também escritas como Urey Lisiansky) (em russo: Лисянский, Юрий Фёдорович), 13 de agosto de 1773 -- 6 de março de 1837), foi um oficial na Marinha Imperial Russa e explorador.

Em 1786 ele comandou o Corpo de cadetes da marinha, e participou na Guerra Russo Sueca (1788-1790). Durante 1790-1793 ele serviu na Frota do Báltico. Durante o período 1793-1799 percorreu em navios britânicos todo o globo.

Em 1803-1806 Lisyanski foi colocado como comandante do navio de guerra Neva e participou na primeira circum-navegação russa, chefiado por Krusenstern. A expedição começou a partir de Kronstadt, mas a frota de navios dividiu-se após visitar o Havaí e Lisianski começou a ir em direção do Alasca. Em 1804, o Neva visitou a Ilha de Páscoa [1] , e mais tarde nesse ano, foi essencial para a derrotar o tlinguit na batalha de Sitka, no Alasca. Em 1805 ele conheceu Krusenstern novamente em Macau, mas eles logo foram separados. Também em 1805, ele foi o primeiro a descrever o selo do monge havaiano sobre a ilha que hoje ostenta o seu nome. [2] Eventualmente, o Neva foi o primeiro a voltar para Kronstadt em 22 de julho de 1806. Por essa proeza Lisyanski foi premiado em diversas maneiras, incluindo a condecoração com a Ordem de São Vladimir do 3.º grau.

Lisyanski foi sepultado no Mosteiro de Alexander Nevsky.

Em sua homenagem foi com o seu nome designada a ilha Lisianski, no Havaí.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Katherine Routledge refere-se a página 58 do seu livro - Voyage volta ao mundo no navio "Neva" Lisiansky, Londres 1814.
  2. Monachus Guardian[1]



Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.