Zilda Mayo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde Junho de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Zilda Mayo
Nome completo Zilda Sedenho
Nascimento 2 de Março de 1953 (61 anos)
Araraquara,  São Paulo
Nacionalidade Brasil brasileira
Ocupação atriz
IMDb: (inglês) (português)

Zilda Sedenho, mais conhecida como Zilda Mayo (Araraquara, 2 de março de 1953), é uma atriz brasileira.

Fez grande sucesso nos anos 1970 e 1980, atuando em pornochanchadas e em filmes da chamada Boca do Lixo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

O início da carreira se deu na década de 1970, em comerciais e programas de televisão, como os de Silvio Santos e Ronald Golias.

O primeiro filme foi Ninguém segura essas mulheres (1976), dirigida por José Miziara no episódio "O furo". Foi o primeiro de cerca de 40 fitas, dirigida por cineastas consagrados, como Jean Garret, Ody Fraga, John Doo, Carlos Reichenbach, etc. Com este último fez A ilha dos prazeres proibidos e o episódio "Rainha do Fliperama", no filme As Safadas.

As décadas de 1980 e 1990 trouxeram as primeiras atuações em telenovelas e especiais, como Casa de pensão (1982), Filhos do Sol (1991), Irmã Catarina (1996) e O olho da Terra (1997).

Trabalhos no cinema[editar | editar código-fonte]

Referências

Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.