Órgão tendinoso de Golgi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Órgão tendinoso de Golgi
Gray938.png
Órgão tendinoso de Golgi do tendão calcâneo humano.
Gray assunto #233 1061

O órgão tendinoso de Golgi ou corpúsculo tendinoso de Golgi é um receptor sensorial proprioceptivo que está localizado nas inserções das fibras musculares com os tendões dos músculos esqueléticos. É uma estrutura encapsulada localizada na junção músculo-tendinosa, onde as fibras de colagénio do tendão se juntam às extremidades das fibras musculares extrafusais. É inervado por uma única fibra aferente do grupo Ib (diâmetro grande e conduta rápida). O estiramento das fibras de colagénio também estira o órgão tendinoso. Isto comprime e alonga as terminações nervosas, provocando a sua despolarização. Os órgãos tendinosos são muito sensíveis a alterações na tensão do músculo, ao contrário dos fusos musculares que são mais sensíveis a alterações do comprimento muscular. Quando o músculo contrai, como resultado da estimulação do motoneurónio α, a frequência de despolarização dos órgãos tendinosos aumenta de uma forma marcada, enquanto a dos fusos musculares diminui ou mesmo desaparece.[1]

Este mecanorreceptor está disposto em série com o músculo. A contração muscular é o estímulo que mais gera ativação elétrica desta estrutura.

O órgão tendinoso de Golgi não deve ser confundido com o complexo de Golgi, que é uma organela da célula eucariótica.

Tipos de fibras sensoriais[editar | editar código-fonte]

O órgão tendinoso de Golgi envia seus sinais sensoriais a outras áreas do sistema nervoso, pelas fibras aferentes Ib. Além das fibras do grupo Ib, há outras fibras sensoriais presentes no corpo humano. O quadro abaixo mostra algumas características das fibras sensoriais:[2][3]

Tipo Axônio Receptor Resposta
Tipo Ia 12 a 20 μm mielinizado Terminação primária do fuso Comprimento muscular e velocidade de variação do comprimento, com rápida adaptação
Tipo Ib 12 a 20 μm mielinizado Órgão tendinoso de Golgi Tensão muscular
Tipo II 6 a 12 μm mielinizado Terminação secundária do fuso Comprimento muscular (baixa sensibilidade à velocidade), disparando quando o músculo está estático
Tipo II 6 a 12 μm mielinizado Terminações fora do fuso muscular Pressão profunda
Tipo III 2 a 6 μm mielinizado Terminações nervosas livres Dor, estímulos químicos e temperatura
Tipo IV 0,5 a 2 μm não mielinizado Terminações nervosas livres Dor, estímulos químicos e temperatura

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ligação externa[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. “Receptores sensoriais”, no site da Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Porto, Portugal acessado a 4 de agosto de 2009
  2. Kandel, Eric. Princípios de Neurociências. [S.l.]: McGraw Hill Education 
  3. Michael-Titus, Adina T (2007). Nervous System: Systems of the Body Series. [S.l.]: Churchill Livingstone. ISBN 9780443071799 
Ícone de esboço Este artigo sobre Fisiologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.