1999-nen no natsu yasumi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
1999-nen no natsu yasumi
1999年の夏休み
 Japão
1988 •  cor •  90 min 
Realização Shusuke Kaneko
Produção Naoya Narita
Argumento Rio Kishida
Baseado em Thomas no Shinzō de Moto Hagio
Género drama romântico, lgbt
Música Yuriko Nakamura
Direção de fotografia Kenji Takama
Edição Isao Tomita
Companhia(s) produtora(s) CBS Sony Group
New Century
Shibata Organisation
Distribuição Shochiku
Lançamento Japão 26 de março de 1988
Idioma japonês
Página no IMDb (em inglês)

1999-nen no natsu yasumi (1999年の夏休み Sen-kyūhyaku-kyūjūkyū-nen no natsu yasumi?) é um filme japonês do género drama romântico, realizado por Shusuke Kaneko e escrito por Rio Kishida, com base no manga shōjo Thomas no Shinzō de Moto Hagio, sobre quatro rapazes no colégio interno. Embora o manga se refira às relações homoeróticas entre rapazes, o realizador Shusuke Kaneko usou meninas de catorze e dezasseis anos de idade para interpretar os rapazes no filme.[1][2][3]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Quatro rapazes passam as férias de verão num internato remoto. Numa sequência introdutória, Yu suicida-se, saltando de um precipício por não ter o seu amor correspondido por Kazuhiko. Mas durante o período de férias, um novo rapaz chamado Kaoru que tem a imagem exata de Yu, chega ao internato e insiste que não tem nenhuma ligação com Yu. Os outros rapazes, Naoto e Norio, também se sentem atraídos por Kazuhiko, que agora se vê fascinado por Kaoru.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Eri Miyajima como Yu / Kaoru
  • Tomoko Ōtakara como Kazuhiko
  • Miyuki Nakano como Naoto
  • Eri Fukatsu como Norio

Lançamento[editar | editar código-fonte]

1999-nen no natsu yasumi foi lançado no Japão pelo estúdio Shochiku a 26 de março de 1988.[2] Foi exibido como parte do Festival Novos Filmes e Realizadores no Museu de Arte Moderna em Nova Iorque em março de 1989.[3] O filme também foi exibido no Festival de Cinema Transgénero Holandês (NTGF) em 2001.[4] Em março de 2014, o filme também fez parte do programa que homenageou Donald Richie na Sociedade do Japão em Nova Iorque.[5]

Receção[editar | editar código-fonte]

Na décima edição do Festival de Cinema de Iocoama em 1989, o filme permaneceu na oitava posição da lista dos dez melhores filmes do ano. No mesmo festival, Shusuke Kaneko recebeu o prémio de melhor realização pelos filmes 1999-nen no natsu yasumi e Last Cabaret, e Kenji Takama recebeu o prémio de melhor direção de fotografia.[6] O filme também foi nomeado para o prémio de melhor montagem na décima segunda edição dos Prémios da Academia Japonesa.[7]

Reconhecimentos[editar | editar código-fonte]

Ano Prémios Categorias Destinatários e nomeados Resultado Referências
1988 Festival de Cinema de Turim
(denominado na época como Festival Internacional de Cinema Jovem)
Prémio da Cidade de Turim de melhor filme 1999-nen no natsu yasumi Indicado [8]
1989 Festival de Cinema de Iocoama Melhor realização Shusuke Kaneko Venceu [6]
Melhor direção de fotografia Kenji Takama Venceu
Prémios da Academia Japonesa Melhor montagem Isao Tomita Indicado [7]

Referências

  1. «1999年の夏休み (1988)». Allcinema (em japonês). Stingray. Consultado em 16 de janeiro de 2017 
  2. a b «1999年の夏休み» (em japonês). Movie Walker. Consultado em 16 de janeiro de 2017 
  3. a b Canby, Vincent (24 de março de 1989). «Review/Film Festival; Romantic Summer Break At a Japanese Boys' School». The New York Times (em inglês) 
  4. «Summer Vacation: 1999» (em holandês). Festival de Cinema Transgénero Holandês. Consultado em 16 de janeiro de 2017 
  5. «Summer Vacation 1999» (em inglês). Sociedade do Japão. Consultado em 16 de janeiro de 2017 
  6. a b «1988年日本映画個人賞» (em japonês). Festival de Cinema de Iocoama. Consultado em 16 de janeiro de 2017 
  7. a b «第12回 日本アカデミー賞» (em japonês). Prémios da Academia Japonesa. Consultado em 16 de janeiro de 2017 
  8. «1999 nen no natsuyasumi» (em italiano). Festival de Cinema de Turim. Consultado em 16 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 18 de janeiro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]