300: Rise of an Empire

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
300: Rise of an Empire
300: O Início de um Império (PT)
300: A Ascensão do Império (BR)
Poster do filme
 Estados Unidos
2014 •  cor •  147 min 
Direção Noam Murro
Produção Zack Snyder
Deborah Snyder
Gianni Nunnari
Mark Canton
Bernie Goldmann
Roteiro Zack Snyder
Kurt Johnstad
Elenco Eva Green
Sullivan Stapleton
Rodrigo Santoro
Hans Matheson
Jack O'Connell
Lena Headey
Hans Matheson
Gênero Ação
Épico
Guerra
Música Junkie XL
Cinematografia Simon Duggan
Edição Wyatt Smith
David Brenner
Companhia(s) produtora(s) Legendary Pictures
Cruel and Unusual Films
Atmosphere Pictures
Hollywood Gang Productions
Distribuição Warner Bros.
Idioma Inglês
Orçamento US$ 110 milhões[1]
Receita US$ 337.6 milhões[1]
Cronologia
300
(2006)
Página no IMDb (em inglês)

300: Rise of an Empire (no Brasil, 300: A Ascensão do Império; em Portugal, 300: O Início de um Império) é um filme de ação americano de 2014 dirigido por Noam Murro. É a sequência do filme 300, de 2006, ocorrendo antes, durante e após os principais eventos desse filme e com base na Batalha de Artemísio e na Batalha de Salamina. Zack Snyder, que dirigiu o primeiro filme, foi produtor e roteirista de Rise of an Empire. O filme é estrelado por Eva Green, Sullivan Stapleton, Rodrigo Santoro, Callan Mulvey, Hans Matheson, Jack O'Connell e Lena Headey. Foi lançado em 3D e IMAX[2] em 7 de março de 2014.[3]

O novo capítulo da épica saga leva a ação a outro tipo de campo de batalha, o mar, à medida que o político e general ateniense Temístocles busca unir a Grécia ao liderar um exército naval que tentará mudar o rumo da guerra. Lutando contra as grandiosas forças Persas, lideradas pelo xá aquemênida Xerxes (mortal que virou deus) e a vingativa sátrapa e comandante Artemísia .[4]

Este filme segue mantendo vários estilos cinematográficos, evidenciando-se a animação ao estilo de uma banda desenhada. Grande parte do filme foi realizado com chroma key.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em 490 A.C Os gregos derrotam os persas na Batalha de Maratona e o Rei persa Dario I é morto pelo general Temístocles de Atenas,sua morte fora testemunhada por seu filho Xerxes que é aconselhado pela Comandante Artemísia a não insistir na guerra pois "Só Deuses podem derrotar os gregos".

porém ela afirma que as ultimas palavras de Dario foram um desafio para Xerxes e o envia para uma viagem ao deserto e ao chegar la se banha em um liquido de outro mundo emergindo em "Deus-Rei". e declarando Guerra a Grécia.

Xerxes então avança para Termopilas,e o General Temístocles se reúne com os conselheiros e os convence a mandar um exercito ao mar a fim de reter os persas,pós isso ele vai a Esparta para pedir ajuda ao Rei Leônidas,porém Dilios o informa que ele esta consultando o Oráculo de Delfos e Gorgo é relutante ao lado de Atenas.

Mais tarde porém ele reencontra Scyllias que havia se infiltrado entre os Persas e descobre a origem de Artemísia

"Artemísia era nascida entre os gregos mas foi embora para a Pérsia após perder sua família e ser levada como escrava sexual e ser posteriormente mortas nas ruas,Até ser salva e adotada por um emissário persa sua sede de vingança chamou a atenção de Dario e a fez general da marinha após matar muitos inimigos,Pós isso descobre que com somente 300 homens Leônidas vai para Termopilas.

Temístocles lidera seus 50 navios de Batalha e seus homens que incluem Scyllias,Calisto, seu braço direito Aesyklos para o Mar Egeu iniciando-se a Batalha de Artemisium,Eles colidem seus navios com os navios persas matando muitos guerreiros persas,No dia seguinte simulam uma retirada e guiam os persas a uma fenda onde ficam presos,Os Gregos atacam os persas levando os penhascos acima matando inúmeros persas,Artemísia impressiona-se com as suas habilidades e tenta seduzi-lo e convence-lo a se unir aos persas,porém ele se recusa e Artemísia jura vingança contra ele.

Os persas jogam alcatrão no mar e mandam bombistas suicidas para embarcar nos navios da Grécia com bomba de fogo,E Artemísia manda seus soldados mandarem flechas flamejantes e tochas a fim de inflamar o alcatrão,um soldado grego mata um persa que cai no alcatrão com uma tocha fazendo com que Navios(gregos e persas) explodam,Temístocles quase morre em uma explosão mais é salvo Aesyklos,e os persas se retiram pós isso Temístocles descobre que poucos homens e apenas seis navios sobreviveram ao ataque persa.

Daxos,um general arcadiano informa a morte de Leônidas e seus 300 homens após Ephialtes trair os gregos.

Temístocles então vai a Atenas e encontra o traidor que diz que Xerxes planeja destruir Atenas,Ephialtes diz estar arrependido de seus atos,sendo poupado por Temístocles,ele pode advertir Xerxes de que as forças gregas estão se reunindo em Salamis,Ele faz uma visita a Gorgo que esta de luto pelo marido para pedir ajuda mas ela esta superada com sua tristeza,antes de partir,ele lhe da o xiphidion (espada espartana) de Leônidas a ela.,e exorta ela a se vingar.

Em Atenas, o exército de Xerxes está completo quando Ephialtes chega para entregar a mensagem de Themistocles. Ao saber que ele está vivo, Artemisa deixa para preparar toda a marinha para a batalha. Xerxes sugere um plano mais cauteloso, mas ela ainda sai para a batalha, ignorando o conselho de Xerxes.

Os dois exércitos se encontram no mar iniciando-se a Batalha Naval de Salamina,Temístocles e Artemísia iniciam um confronto no qual ambos de ferem.

Nessa hora navios das varias cidades-estados de Grécia chegam todos se unem contra os Persas,Daxos lidera o exército arcadiano,Temístocles pede para que Artemísia se renda,Xerxes vê a batalha de um penhasco e vira as costas para ela reconhecendo que perdeu,Artemísia tenta matar Temístocles mas é morta com uma empunhada na barriga,Enquanto Dilios lidera o assalto grego, Themistocles e Gorgo tomam um momento para reconhecer silenciosamente a aliança do outro enquanto os restantes persas tentam um contra-ataque,Os três então avançam uma ultima vez com todo o exército grego.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2008, os produtores Gianni Nunnari, Mark Canton e Bernie Goldmann revelaram que havia começado a produção de uma continuação de 300.[5] Legendary Pictures anunciou que Frank Miller, que escreveu a série de quadrinhos de 1998, do qual o filme 300 foi baseado, estava escrevendo um romance de acompanhamento gráfico, e Zack Snyder, co-roteirista e diretor do filme anterior da série, demostrou interesse pelo projeto, e estavam pensando em dirigir a nova adaptação, mas escolheu participar do desenvolvimento e dirigir o reboot Man of Steel.[6][7] Noam Murro assinou como diretor, enquanto Snyder é definida para produzir. O filme será centralizado no líder grego Temístocles, interpretado pelo ator australiano Sullivan Stapleton.[8]

Logo no inicio do desenvolvimento do longa-metragem era intitulado de Xerxes.[9] Durante a pré-produção, o filme foi renomeado para 300: Battle of Artemisium;[10] mas logo depois sendo renomeado finalmente para 300: Rise of an Empire, em setembro de 2012.[11]

Referências

  1. a b «300: Rise of An Empire - Box Office Mojo» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 9 de março de 2014 
  2. «IMAX and Warner Bros. Partner to Bring 20 New Pictures to IMAX® Theatres». IMAX. 15 de novembro de 2012. Consultado em 7 de fevereiro de 2013 
  3. «300: A Ascensão de um Império é adiado» 
  4. «300: o início de um império, a continuação de "300" nos cinemas». Consultado em 1 de março de 2014 
  5. Frosty (25 de junho de 2008). «Producers Mark Canton, Gianni Nunnari and Bernie Goldmann Exclusive Video Interview» (em inglês). Collider.com. Consultado em 7 de fevereiro de 2013. Cópia arquivada em 28 de junho de 2008 
  6. Daiane Garrett (29 de junho de 2008). «New '300' rallies troops - Legendary to develop follow-up to Miller pic» (em inglês). Variety. Consultado em 7 de fevereiro de 2013. Cópia arquivada em Junho de 2008 
  7. Mike Fleming (27 de junho de 2007). «'Xerxes' Pic Down To Noam Murro And Jaume Collet-Serra For '300′ Spinoff». Deadline.com. Consultado em 7 de fevereiro de 2013 
  8. Vittoria Caradonna. «Sullivan Stapleton To Star In The Prequel Of '300'». Moviepilot.com. Consultado em 7 de fevereiro de 2013 
  9. Francisco Russo. «Curiosidades, bastidores, novidades, e até segredos escondidos de "300: Rise of an Empire" e das filmagens!». AdoroCinema. Consultado em 7 de fevereiro de 2013 
  10. Owen Williams (13 de setembro de 2012). «300 Follow-Up Gets Official Title - It's now the Rise Of An Empire». Empireonline.com. Consultado em 7 de fevereiro de 2013 
  11. Borys Kit (13 de setembro de 2012). «Warner Bros. Gives '300' Sequel a New Title». The Hollywood Reporter. Consultado em 7 de fevereiro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.