A-001

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Insígnia do Projeto Apollo

A-001 foi o segundo teste de aborto da espaçonave Apollo, para o Projeto Apollo da NASA (agência espacial dos EUA). Lançado a partir do White Sands Missile Range, Novo México (Estados Unidos), em 13 de maio de 1964[1], o voo suborbital teve duração de 5 minutos e 50,3 segundos.

Segundo da série de testes para demonstrar que o sistema de escape no lançamento (LES), podia remover com segurança o Módulo de Comando e Serviço da Apollo (CSM), sob condições críticas de abortagem.
Diferente do Teste 1, em que o LES foi acionado em terra, essa missão foi feita para demonstrar a capacidvade do LES em propulsionar o CSM com segurança para longe do veículo lançador na zona de alta pressão dinâmica (supersônica) da trajetória do Saturno.

O veículo de lançamento (VL) foi o segundo na série do Little Joe II, desenvolvidos para realizar testes antecipados e econômicos do LES. O Little Joe II foi impulsionado por sete motores de propelentes sólidos, um sustentador de motor Algol, que sustentou a pressão por 42 segundos, e seis motores Recruit, que queimaram por aproximadamente 1,5 segundos após a ignição. A espaçonave consistiu do LES e do modelo do CSM (BP-12[1]).

Uma inaceitável condição de vento forçou o adiamento do lançamento, mas o veículo foi lançado com sucesso em 13 de maio de 1964. Um comando em terra enviou um sinal de aborto, desligou a pressão do veículo lançador (rompendo o revestimento do motor Algol), acionou o LES, armou o controle dos motores e separou o Módulo de Comando (CM) do Módulo de Serviço (SM). Houve alguns danos estruturais no escudo térmico do Módulo de Comando pelo contato com o impulsionador na pressão final. Por aproximadamente 44 segundos, o motor de alijamento da torre foi acionado e separou satisfatoriamente a torre do LES do Módulo de Comando.

A sequência de aterrissagem foi normal até que o cabo de um dos três paraquedas principais quebrou, em consequência do atrito com a estrutura do escudo do Módulo de Comando. O paraquedas se separou, entretanto, o Módulo de Comando, suportado apenas por dois paraquedas, desceu à taxa de 9,1 a 7,9 m/s, em vez dos 7,3 m/s previstos com os três paraquedas. O Módulo de Comando aterrissou 6,8 km do local, 350.2 segundos após atingir uma altitude de 9,1 km
Com exceção da falha do paraquedas, todos os objetivos do teste foram alcançados.

Parte do Projeto Apollo da NASA que ocorreu entre 1961 e 1972, em plena corrida pela conquista da lua.

Referências

  1. a b «History - Unmanned Mission A-001(7)» (em inglês). Kennedy Space Center. Consultado em 19 de março de 2012.. Arquivado do original em 7 de fevereiro de 2012 

Ver também[editar | editar código-fonte]