AS-201

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
AS-201
AS-201 launch.jpg
Informações da missão
Operadora NASA
Foguete Saturno IB SA-201
Espaçonave Apollo CSM-009
Base de lançamento Plataforma 34,
Estação da Força Aérea
de Cabo Kennedy
Lançamento 26 de fevereiro de 1966
16h12min01s UTC
Cabo Kennedy, Flórida,
 Estados Unidos
Amerrissagem 26 de fevereiro de 1966
16h49min21s UTC
Oceano Atlântico
Duração 37 minutos, 20 segundos
Altitude orbital 492,1 quilômetros
Distância percorrida 8 477 quilômetros
Navegação
A-004
AS-203

AS-201 foi o primeiro voo teste não tripulado do Saturno IB para o Programa Apollo da NASA. Lançado a partir do Cabo Kennedy em 26 de fevereiro de 1966. A missão AS-201 foi o primeiro voo do foguete Saturno IB, e o primeiro voo do Módulo de Comando e Serviço.[1]

O Saturno IB foi uma versão avançada do Saturno I que tinha voado dez vezes anteriormente como parte do Projeto Apollo. As principais diferenças entre os foguetes eram os motores do primeiro estágio mais potentes, um novo segundo estágio (OS-IVB) que podia ser reiniciado no espaço e o novo motor J-2 que queimava hidrogênio.[2]

A missão AS-201 testou o primeiro e segundo estágios do foguete para lançar a nave espacial em uma trajetória elevada.[1] O motor do Módulo de Comando e Serviço foi acionado para que a nave fizesse uma reentrada em alta velocidade para testar o protetor térmico.

Houve uma primeira tentativa de lançamento em 25 de fevereiro de 1966, mas a pressão de um dos tanques de combustível no S-IVB caiu abaixo dos limites permitidos e o computador de bordo abortou o lançamento 4 segundos antes. O problema poderia ter sido facilmente solucionado, mas havia dúvidas que poderia ser feito dentro do tempo da janela de lançamento. Os membros da equipe concluíram que seria possível operar o foguete mesmo com a pressão mais baixa no tanque de combustível e o lançamento foi reativado.[3]

Em 26 de fevereiro de 1966 o primeiro voo do Saturno IB decolou. O primeiro estágio funcionou perfeitamente elevando o foguete a 57 km, em seguida o S-IVB elevou a nave espacial para 425 km. O CSM se separou e continuou a subir para 488 km, acionou seu próprio foguete e acelerou em direção à Terra. A primeira queima durou 184 segundos e 10 segundos depois, queimou por mais 10 segundos. Isso provou que o motor poderia reiniciar no espaço, uma parte crucial para os futuros voos tripulados para a Lua.[4]

A nave entrou na atmosfera a 8300 m/s e chegou ao mar 37 minutos após o lançamento, 72 km distante do ponto planejado. O motor do Módulo de Comando e Serviço trabalhou corretamente por 80 segundos, mas a presença de gás hélio na câmara de combustão interrompeu o funcionamento. O hélio era usado para dar pressão ao tanque de combustível e não deveria estar na câmara de combustão. Isso foi causado pela ruptura na linha do oxidante que permitiu que o gás se misturasse. O sistema elétrico falhou fazendo com que o Módulo de Comando perdesse o controle durante a reentrada e medidas que deveriam ter sido tomadas durante a reentrada falharam devido a um curto circuito.[3]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «Feb. 26, 1966 Launch of Apollo-Saturn 201». NASA. 26 de fevereiro de 2015. Consultado em 9 de julho de 2019 
  2. «Saturn I & IB Rockets». Historic Spacecraft. Consultado em 9 de julho de 2019 
  3. a b Andrew LePage (26 de fevereiro de 2016). «The First Flight of the Apollo-Saturn IB». Drew ex Machina. Consultado em 9 de julho de 2019 
  4. «26 February 1966, 16:12:01 UTC, T plus 00:00:00.37». This day in Aviation. 26 de fevereiro de 2019. Consultado em 9 de julho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]