Apollo–Soyuz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde agosto de 2011). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo asteróide, veja 2228 Soyuz-Apollo.
Apollo–Soyuz
Аполлон–Союз
Apollo-Soyuz Test Project patch.svg
Informações da missão
Operadora NASA
Foguete Saturno IB SA-210
Soyuz-U
Astronautas Thomas Stafford
Vance Brand
Donald Slayton
Aleksei Leonov
Valeri Kubasov
Base de lançamento Soyuz:
Plataforma Gagarin,
Cosmódromo de Baikonur
Apollo:
Plataforma 39B, Centro
Espacial John F. Kennedy
Lançamento 15 de julho de 1975
Soyuz:
12h20min00s UTC
Baikonur, Cazaquistão,
União Soviética
Apollo:
19h50min UTC
Cabo Canaveral, Flórida,
Estados Unidos
Aterrissagem Soyuz:
21 de julho de 1975
10h50min00s UTC
Apollo:
24 de julho de 1975
21h18min UTC
Oceano Pacífico
Órbitas 148 (Apollo)
96 (Soyuz)
Duração Soyuz:
5 dias, 22 horas, 30 minutos
Apollo:
9 dias, 1 hora, 28 minutos
Altitude orbital 231 quilômetros
Inclinação orbital 51,75 graus
Imagem da tripulação
Slayton, Stafford, Brand, Leonov e Kubasov
Slayton, Stafford, Brand, Leonov e Kubasov
Navegação
Skylab 4
Soyuz 18
Soyuz 20

Apollo–Soyuz (Аполлон–Союз) foi uma missão conjunta do Projeto Apollo e do programa espacial soviético que efetuou uma acoplagem em órbita da Terra de uma espaçonave dos Estados Unidos com uma da União Soviética.

O propósito principal desta missão era simbólico, integrante da política da détente da época, que visava a melhorar as relações entre as duas superpotências, o que começava a acontecer naquele período da Guerra Fria, e colocar um fim nas tensões da corrida espacial.

Tripulações[editar | editar código-fonte]

Apollo[editar | editar código-fonte]

Principal[editar | editar código-fonte]

Posição Astronauta
Comandante Thomas P. Stafford
Piloto do Módulo de Comando Vance D. Brand
Piloto do Módulo de Acoplagem Donald K. "Deke" Slayton

Reserva[editar | editar código-fonte]

Posição Astronauta
Comandante Alan L. Bean
Piloto do Módulo de Comando Ronald E. Evans
Piloto do Módulo de Acoplagem Jack R. Lousma

Soyuz[editar | editar código-fonte]

Principal[editar | editar código-fonte]

Posição Astronauta
Comandante Aleksei A. Leonov
Engenheiro de Voo Valeri N. Kubasov

Reserva[editar | editar código-fonte]

Posição Astronauta
Comandante Anatoli V. Filipchenko
Engenheiro de Voo Nikolai N. Rukavishnikov

A missão[editar | editar código-fonte]

Esta foi a única missão do Programa de Testes Apollo–Soyuz a ser executada. Os astronautas da Apollo eram Thomas Stafford, Vance Brand e Donald Slayton. Os cosmonautas da Soyuz 19 eram Alexei Leonov e Valeri Kubasov. Além de experiências científicas diversas, as tripulações visitaram as duas naves ligadas, trocando presentes, flâmulas e sementes de cada pais, a serem plantadas no outro.

A missão Apollo 18 fez uso do foguete Saturno IB, menos potente e mais barato que o Saturno V, pois era uma missão com pequena carga em órbita terrestre.

A Apollo 18 decolou em 15 de julho de 1975 e acoplou no espaço com a Soyuz 19, que havia sido lançada de Baikonur no mesmo dia, em 17 de julho de 1975, retornando em 24 de julho de 1975. A nave soviética retornou dia 21 de julho.

Este foi o último voo usando a nave Apollo. Levaria seis anos para que outro norte-americano fosse ao espaço, então a bordo do ônibus espacial.

A expressão "Apollo 18" também designa uma missão lunar Apollo cancelada, depois que as verbas do programa na NASA foram cortadas pelo Congresso dos Estados Unidos, impedindo a continuidade da exploração da Lua e fazendo com que a Apollo 17 fosse a última missão a pousar no satélite, em 1972.

Desenho artístico do acoplamento.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Apollo–Soyuz