Soyuz MS-03

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Soyuz MS-03
Insígnia da missão
Sinal de chamada Kazbek
Estatísticas da missão
Espaçonave Soyuz
Número de tripulantes 3
Lançamento 17 de novembro de 2016 20:20 UTC
Cosmódromo de Baikonur, Casaquistão
Aterrissagem 2 de junho de 2017 14:10 UTC
estepes do Casaquistão
Duração 196 dias
Imagem da tripulação
Da esquerda para a direita:Whitson, Novitskiy e Pesquet.
Da esquerda para a direita:
Whitson, Novitskiy e Pesquet.
Navegação
Soyuz-MS-02-Mission-Patch.png Soyuz MS-02
Soyuz MS-04 Soyuz-MS-04-Mission-Patch.png

Soyuz MS-03 foi uma missão de uma nave Soyuz à Estação Espacial Internacional e a 132ª missão do programa russo iniciado em 1967.[1] Ela transportou dois cosmonautas russos e uma astronauta norte-americana até a ISS, onde se integraram à tripulação residente levada no voo anterior, Soyuz MS-02, completando a Expedição 50 na estação. Durante a estadia em órbita os tripulantes também integraram a Expedição 51. A nave permaneceu acoplada à ISS neste período servindo como veículo de escape de emergência.

A astronauta Peggy Whitson, que integrou a tripulação da nave em sua terceira missão espacial e depois comandou a Expedição 51, é a mulher mais velha a viajar ao espaço, então com 56 anos de idade no dia de seu lançamento e a única mulher a comandar a ISS por duas vezes.[2]

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Retorno[editar | editar código-fonte]

Insígnia[editar | editar código-fonte]

A insígnia da missão, desenhada por Luc van den Abeelen, tem a forma clássica de escudo, encimado pelas bandeiras dos países dos três astronautas que compõem a tripulação, o nome da missão em alfabeto cirílico e romano e a logomarca da Roscosmos logo abaixo. Três dos quatro quadrantes abaixo são ocupados por animais, um búfalo, uma águia e um leão, representando seus três ocupantes e o quarto traz a própria nave no espaço. Todos os três animais são ligados às orignes dos tripulantes: o búfalo Zubr da Bielorrússia ao comandante russo Novitskiy, a águia tirada do selo de Iowa, estado natal de Whitson e o leão representando as origens normandas do francês Pesquet.[3]

Lançamento e acoplagem[editar | editar código-fonte]

A Soyuz MS-03 foi lançada da plataforma 1 de Baikonur em 17 de novembro às 20:17 UTC, madrugada local. Após dois dias de viagem ela se acoplou com a ISS em 19 de novembro e seus tripulantes completaram a tripulação da Expedição 50, já em órbita.[4] Durante a viagem foram feitos vários testes do novo equipamento da espaçonave, que substituiu o antigo modelo TMA, usado até 2016.[5]

Desacoplagem e pouso[editar | editar código-fonte]

Após 196 dias em órbita, a MS-01 desacoplou-se do módulo Rassvet às 11:47 UTC de 2 de junho de 2017, encerrando a Expedição 51, mas trazendo de volta apenas dois tripulantes do lançamento original, Novitskiy e Pesquet, com Whitson continuando a bordo. Por decisão da Roscosmos de diminuir temporariamente o número de russos em missão na ISS, a nave seguinte, Soyuz MS-04, subiu com apenas dois tripulantes, deixando uma assento vago e possibilitando, através de uma acordo entre a Roscosmos e a NASA, que a astronauta norte-americana permanecesse mais três meses em órbita, retornando posteriormente nesta próxima nave e não na MS-03. A cápsula com os dois astronautas pousou suavemente nas estepes do Casaquistão às 14:10 UTC, 20:10 hora local, com a tripulação sendo recolhida pela equipe de apoio em terra.[6]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «First 'official' Brit launches with American and Russian to space station». Collectspace.com. Consultado em 25 janeiro 2016 
  2. Cook, Jeffrey. «NASA's Peggy Whitson Becomes Oldest Woman in Space». ABC News. Consultado em 25 junho 2017 
  3. «Soyuz MS-03 mission patch». collectspace.com. Consultado em 25 junho 2017 
  4. «Welcome Aboard! New Arrivals Make Six Expedition 50 Crew Members | Space Station». blogs.nasa.gov. Consultado em 24 de novembro de 2016 
  5. «Soyuz MS-03». spacefacts.com. Consultado em 25 junho 2017 
  6. «Soyuz MS-03 undocks, conducts rare two-person landing». NASASpaceflight. Consultado em 25 junho 2017