Soyuz T-8

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Soyuz T-8
Insígnia da missão
Informações da missão
Sinal de chamada Okean (Oceano)
Operadora Programa espacial soviético
Número de tripulantes 3
Base de lançamento Baikonur Pad 1/5
Lançamento 20 de abril de 1983
13:10:53 UTC[1]
Baikonur, Casaquistão
Aterrissagem 22 de abril de 1983
13:28:42 UTC[1]
60 km ao nordeste de Arkalyk [1]
Órbitas 32[1]
Duração 2d 17m 48s[1]
Altitude orbital 200 - 230 km[1]
Inclinação orbital 51.6°[1]
Imagem da tripulação
Titov, Strekalov e Serebrov
Titov, Strekalov e Serebrov
Navegação
Soyuz T-7
Soyuz T-9

Soyuz T-8 foi uma missão à estação espacial soviética Salyut, encerrada com apenas dois dias de duração devido a problemas no sistema de acoplagem automática da nave com a estação.[2][1]

Tripulação[editar | editar código-fonte]

[2][1]

Posição Cosmonauta
Comandante União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Vladimir Titov
Engenheiro de voo União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Gennady Strekalov
Cosmonauta-pesquisador União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Aleksandr Serebrov

Parâmetros da Missão[editar | editar código-fonte]

[2][1]

Pontos altos da missão[editar | editar código-fonte]

Falhou na aterrissagem na Salyut 7 devido a problemas no sistema de aterrissagem automático.[2][1]

Primeira falha de aterrissagem em uma estação espacial desde a Soyuz 33 em 1979. Quando a mortalha da lançamento se separou do foguete, ela levou consigo o braço mecânico da antena. O grupo acreditava que o braço continuava preso ao módulo orbital da nave espacial, e que ele não havia conseguido se posicionar no alvo. Então, eles movimentaram a nave com os propulsores numa tentativa de fazer a nave posicionar o alvo. Esta tentativa de aterrissagem consumiu muito combustível. Para garantir que restaria o suficiente para sair de órbita, os cosmonautas o sistema de controle de altitude e colocaram a Soyuz T-8 modo de rotação estabilizada semelhante aos que eram usados pelas Soyuz Ferries nos começo da década de 1970. A aterrissagem ocorreu normalmente.[2][1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d e f g h i j k l Joachim Becker e Heinz Janssen (15 de outubro de 2018). «Soyuz T-8». SPACEFACTS. Consultado em 21 de julho de 2019 
  2. a b c d e Mark Wade. «Soyuz T-8». Encyclopedia Astronautica. Consultado em 21 de julho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
STS-6
Voos tripulados
Sucedido por
STS-7