Soyuz TM-2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nuvola apps important.svg
A tradução deste artigo ou se(c)ção está abaixo da qualidade média aceitável.
É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, consulte Soyuz TM-2 (inglês) e melhore este artigo conforme o guia de tradução.


Soyuz TM-2
Sinal de chamada Taimir
Estatísticas da missão
Número de tripulantes 2 lançados, 3 retornados
Lançamento 5 de fevereiro de 1987
21:38:16 UTC
Baikonur LC1
Aterrissagem 30 de julho de 1987
01:04:12 UTC
80 km de Arkalyk
Órbitas ~2 810
Duração 174d 3d 25m 56s
Navegação
Último
Último
Soyuz TM-1
Soyuz TM-3 Soyuz-tm3.gif
Próximo
Próximo

Soyuz TM-2 foi a segunda expedição do programa espacial Soyuz à estação espacial soviética Mir.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Lançados
Aterrissaram

Parâmetros da missão[editar | editar código-fonte]

Pontos altos da missão[editar | editar código-fonte]

A Soyuz TM-2 foi a segunda expedição à Mir. Yuri Romanenko passou mais de 326 dias na Mir. Laveikin desenvolveu irregularidades no coração, o que tornou necessário seu retorno mais cedo à Terra.

No começo da estada do grupo da TM-2 na Mir, o módulo Kvant foi lançado automaticamente para se juntar à estação. O Kvant era um módulo da estação espacial (11 toneladas) e um veículo baseado em FGB único chamado de "Functional Service Module"(FSM)(9,6 toneladas). Foram feitas duas manobras principais com o FSM em 2 de Abril e 5 de Abril. Em 5 de Abril o sistema de aproximação Igla começou a permanecer no porto posterior da Mir. O grupo Tamyrs foi para a Soyuz-TM 2 de modo que eles pudessem escapar caso o módulo ficasse fora de controle. A cerca de 200 m ao redor, o sistema Igla perdeu sua trava no porto posterior da Mir na antena do porto Igla. Os cosmonautas assistiram a isto da Soyuz-TM 2 conforme a combinação Kvant/ FSM passava a 10 m da estação.

Kvant e seu FSM afastaram-se 400 km da Mir antes de serem guiados de volta para uma segunda tentativa de aterrissagem. As ligações mais fracas ocorreram no começo de 9 de Abril. A unidade de prova da Kvant não iria se recolher completamente, impedindo a junção completa entre a Mir e a Kvant. Os soviéticos deixaram a Kvant fracamente unida enquanto pensavam em uma solução. As manobras eram impossíveis durante este período, pois a ponta de prova da combinação Kvant/FSM iria se mover livremente no porto posterior da Mir, batendo as junções de ambos.

Em 11 de Abril Romanenko e Laveikin saíram da Mir para examinar e, se possível, corrigir o problema com a Kvant. Eles descobriram um objeto estranho na junção, provavelmente uma sacola de lixo que eles deixaram entre a Progress 28 e a Mir. A comando do TsUP, a Kvant estendeu sua ponta de prova, permitindo que os cosmonautas liberassem o objeto e o descartassem no espaço. A Kvant então aterrissou com sucesso a mando do comando em terra. Esta EVA durou 3 horas e 40 minutos. A FSM se separou da Kvant em 12 de Abril, liberando o módulo posterior da Kvant para substituir o módulo posterior da Mir.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Voos tripulados à Mir Mir insignia

Soyuz T-15 | Soyuz TM-2 | Soyuz TM-3 | Soyuz TM-4 | Soyuz TM-5 | Soyuz TM-6 | Soyuz TM-7 | Soyuz TM-8 | Soyuz TM-9 | Soyuz TM-10 | Soyuz TM-11 | Soyuz TM-12 | Soyuz TM-13 | Soyuz TM-14 | Soyuz TM-15 | Soyuz TM-16 | Soyuz TM-17 | Soyuz TM-18 | Soyuz TM-19 | Soyuz TM-20 | Soyuz TM-21 | STS-71 | Soyuz TM-22 | STS-74 | Soyuz TM-23 | STS-76 | Soyuz TM-24 | STS-79 | STS-81 | Soyuz TM-25 | STS-84 | Soyuz TM-26 | STS-86 | STS-89 | Soyuz TM-27 | STS-91 | Soyuz TM-28 | Soyuz TM-29 | Soyuz TM-30