Soyuz T-6

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Soyuz T-6
Insígnia da missão
Sinal de chamada Pamir (Pamirs)
Estatísticas da missão
Número de tripulantes 3
Lançamento 24 de junho de 1982
16:29:48 UTC
Baikonur LC1
Aterrissagem 2 de Julho de 1982
14:20:40 UTC
65 km NE de Arkalyk
Órbitas 125
Duração 7d 21h 50m 52s
Navegação
Soyuz T-5
Soyuz T-7

Soyuz T-6 foi a segunda expedição à Salyut 7 e o décimo grupo internacional de cosmonautas no programa Intercosmos, levando ao espaço pela primeira vez um cosmonauta francês.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Parâmetros da Missão[editar | editar código-fonte]

Pontos altos da missão[editar | editar código-fonte]

A nave sofreu uma falha no computador Argon a 900 metros da Salyut 7. O comandante Vladimir Dzhanibekov tomou o controle manual e acoplou na estação 14 minutos antes do planejado. A habilidade que ele demonstrou contribuiu para ele ser chamado para a missão Soyuz T-13 para resgatar a Salyut 7 em 1985. O lançamento de Chretien marcou o começo da uma nova fase nos vôos tripulados da Intercosmos.

Durante a estada do grupo visitante da Soyuz T-6, o grupo Elbrus deu ao visitante francês a "honra" de ejetar a sacola de lixo semanal- satélida da saída de lixo da Salyut 7. No seu diário, Lebedev diz que Chrétien comentou que a Salyut 7 "é simples, não parece impressionante, mas é confiável."

Ver também[editar | editar código-fonte]