Soyuz 39

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Soyuz 39
Insígnia da missão
Sinal de chamada Pamir
Estatísticas da missão
Número de tripulantes 2
Lançamento 22 de Março de 1981
14:58:55 UTC
Baikonur LC1
Aterrissagem 30 de Março de 1981
11:40:58 UTC
175 km SE de Dzhezkazgan
Órbitas 124
Duração 7d 20h 42m 3s
Navegação
Soyuz T-4
Soyuz 40 Soyuz40 patch2.png

Soyuz 39 foi a 15ª expedição à Salyut 6 e oitavo grupo internacional do programa espacial Intercosmos. Levou ao espaço um cosmonauta da Mongólia.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Parâmetros da Missão[editar | editar código-fonte]

Pontos altos da missão[editar | editar código-fonte]

Missão Intercosmos para a Salyut 6. O grupo da Soyuz 39 visitou Vladimir Kovalyonok e Viktor Savinykh, que foramlevados pela nave espacial Soyuz T-4.

A Soyuz 39 acoplou-se à estação com o primeiro cosmonauta mongol a bordo. O grupo já instalado da Soyuz T-4 ajudou o grupo da Intercosmos com equipamento para a estação e orientaram a estação de acordo com as necessidades dos experimentos da expedição visitante. Em 24 de Março os cosmonautas instalaram detectores de raios cósmicos nos compartimentos de trabalho e transferência. Em 26 de Março os cosmonautas realizaram os experimentos da Illyuminator (“porta de visualizaçao”), que estudava a degradação das portas de visão da estação.

Em 27 de Março Kovalyonok e Savinykh usaram o aparelho Gologramma (“holograma”) para visualizar uma porta de visão danificada por micrometeoros. Eles repetiram isto em 28 de Março, quando também foram coletadas amostras do ar e microflora da estação e removidos os detectores de raios cósmicos para retornarem à Terra. 28 e 29 de Março foram voltados para estudos da Mongólia do espaço. O grupo visitante verificou sua nave espacial em 29 de Março. O serviço da notícias soviético Tass notificou que em 29 de Março a Salyut 6 conduziu 20,140 revoluções na Terra.

Ver também[editar | editar código-fonte]