STS-100

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
STS-100
Insígnia da missão
Sinal de chamada  
Estatísticas da missão
Ônibus espacial Endeavour
Número de tripulantes 7
Lançamento 19 de Abril de 2001
18:40:42 UTC

39-A
Aterrissagem 1 de Maio de 2001
16:11:56

EAFB
Órbitas 51.6
Duração 11 dias, 21 horas, 31 minutos, 14 segundos
Imagem da tripulação
STS-100 crew.jpg
Navegação
Último
Último
STS-102 STS-102
STS-104 STS-104
Próximo
Próximo

STS-100 foi uma missão tripulada à Estação Espacial Internacional. Durante a viagem, o astronauta Chris Hadfield fez a primeira atividade extraveicular realizada por um canadense. A prioridade principal da missão era ativar e verificar o braço robótico Canadarm2 na estação. O componente final do Canadarm, o Mobile Base System (MBS), foi instalado durante a missão STS-111.

Parâmetros da missão[editar | editar código-fonte]

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Caminhadas espaciais[editar | editar código-fonte]

EVA Astronautas Início (UTC) Fim (UTC) Duração
EVA 1
Scott Parazynski
Chris Hadfield
22 de abril de 2001
11:45
22 de abril de 2001
18:55
7 horas 10 minutos
Parazynski e Hadfield implantaram uma antena de UHF no laboratório Destiny. Depois disso, a dupla começou a instalar o Canadarm2. Parazynski e Hadfield encontraram um problema, garantindo o bom torque aplicado ao parafuso. A dupla trocou as Pistol Grip Tool (PGT) para o modo manual e tentou de novo com sucesso.
EVA 2
Parazynski
Hadfield
24 de abril de 2001
12:34
24 de abril de 2001
20:14
7 horas 40 minutos
Conectado de alimentação e dados Garra de Fixação (PDGF) circuitos para o braço do novo Destiny. Removido uma antena de comunicações precoce e à transferência de uma reposição de Corrente de comutação Unit (DCSU) da baía de carga do ônibus espacial para um rack de equipamentos de armazenamento no lado de fora do Destiny.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Precedido por
STS-102
Programa de Ônibus espaciais
Sucedido por
STS-104