STS-100

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
STS-100
STS-100 patch.svg
Informações da missão
Operadora NASA
Ônibus espacial Endeavour
Astronautas Kent Rominger
Jeffrey Ashby
Chris Hadfield
John Phillips
Scott Parazynski
Umberto Guidoni
Yuri Lonchakov
Base de lançamento Plataforma 39A, Centro
Espacial John F. Kennedy
Lançamento 19 de abril de 2001
18h40min42s UTC
Cabo Canaveral, Flórida,
Estados Unidos
Aterrissagem 1 de maio de 2001
16h11min56s UTC
Base Aérea Edwards,
Califórnia, Estados Unidos
Duração 11 dias, 21 horas,
31 minutos, 14 segundos
Altitude orbital 375 por 331 quilômetros
Inclinação orbital 21,5 graus
Imagem da tripulação
Em pé: Lonchakov, Parazynski, Guidoni, Hadfield e Phillips. Sentados: Rominger e Ashby
Em pé: Lonchakov, Parazynski, Guidoni, Hadfield e Phillips. Sentados: Rominger e Ashby
Navegação
STS-102
STS-104

STS-100 foi uma missão tripulada à Estação Espacial Internacional. Durante a viagem, o astronauta Chris Hadfield fez a primeira atividade extraveicular realizada por um canadense. A prioridade principal da missão era ativar e verificar o braço robótico Canadarm2 na estação. O componente final do Canadarm, o Mobile Base System (MBS), foi instalado durante a missão STS-111.[1][2][3]

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Posição Astronauta[1][2][3]
Comandante Estados Unidos Kent Rominger
Piloto Estados Unidos Jeffrey Ashby
Especialista de missão 1 Canadá Chris Hadfield
Especialista de missão 2 Estados Unidos John Phillips
Especialista de missão 3 Estados Unidos Scott Parazynski
Especialista de missão 4 Itália Umberto Guidoni
Especialista de missão 5 Rússia Yuri Lonchakov

Caminhadas espaciais[editar | editar código-fonte]

EVA[1][2][3] Astronautas Início (UTC) Fim (UTC) Duração
EVA 1
Scott Parazynski
Chris Hadfield
22 de abril de 2001
11:45
22 de abril de 2001
18:55
7 horas 10 minutos
Parazynski e Hadfield implantaram uma antena de UHF no laboratório Destiny. Depois disso, a dupla começou a instalar o Canadarm2. Parazynski e Hadfield encontraram um problema, garantindo o bom torque aplicado ao parafuso. A dupla trocou as Pistol Grip Tool (PGT) para o modo manual e tentou de novo com sucesso.
EVA 2
Parazynski
Hadfield
24 de abril de 2001
12:34
24 de abril de 2001
20:14
7 horas 40 minutos
Conectado de alimentação e dados Garra de Fixação (PDGF) circuitos para o braço do novo Destiny. Removido uma antena de comunicações precoce e à transferência de uma reposição de Corrente de comutação Unit (DCSU) da baía de carga do ônibus espacial para um rack de equipamentos de armazenamento no lado de fora do Destiny.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Mark Wade. «STS-100». Encyclopedia Astronautica. Consultado em 28 de julho de 2019 
  2. a b c Joachim Becker e Heinz Janssen (1 de janeiro de 2019). «STS-100». SPACEFACTS. Consultado em 28 de julho de 2019 
  3. a b c «STS-100». NASA. Consultado em 28 de julho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre STS-100