STS-46

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
STS-46
Sts-46-patch.png
Informações da missão
Operadora NASA
Ônibus espacial Atlantis
Astronautas Loren Shriver
Andrew Allen
Claude Nicollier
Marsha Ivins
Jeffrey Hoffman
Franklin Chang-Díaz
Franco Malerba
Base de lançamento Plataforma 39B, Centro
Espacial John F. Kennedy
Lançamento 31 de julho de 1992
13h56min48s UTC
Cabo Canaveral, Flórida,
Estados Unidos
Aterrissagem 8 de agosto de 1992
13h11min50s UTC
Centro Espacial John F.
Kennedy
, Cabo Canaveral,
Flórida, Estados Unidos
Órbitas 127
Duração 7 dias, 23 horas,
15 minutos, 3 segundos
Altitude orbital 437 por 425 quilômetros
Inclinação orbital 28,45 graus
Distância percorrida 5 344 643 quilômetros
Imagem da tripulação
Ivins, Nicollier, Allen, Hoffman, Shriver, Chang-Diaz e Malerba
Ivins, Nicollier, Allen, Hoffman, Shriver, Chang-Diaz e Malerba
Navegação
STS-50
STS-47

STS-46 foi uma missão do ônibus espacial Atlantis, lançada em julho de 1992, para colocar em órbita o satélite recuperável EURECA, desenvolvido pela Agência Espacial Européia (ESA) e o TSS, um sistema de satélites ligados por anéis, um projeto conjunto da NASA com a Agência Espacial Italiana.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Hora de acordar[editar | editar código-fonte]

Pela primeira vez, cantores falaram por sistema via-rádio com os astronautas através de um pequeno câmbio instalado no Centro Espacial Lyndon Johnson, em Houston.

Principais fatos[editar | editar código-fonte]

Os rastros de fumaça deixados pelos motores de foguete da Atlantis.

Os objetivos primários da missão foram o lançamento do European Retrievable Carrier (EURECA), da ESA, e do Sistema de Satélite Presos (TSS) criado em conjunto pela NASA/Agência Espacial Italiana. O EURECA foi lançado um dia após o planejado devido a um problema com seu sistema de manipulação de dados. Sete horas e meia após o lançamento, os propulsores da nave foram disparados para levar o EURECA a sua altitude de operação planejada de 310 milhas. Entretanto, o disparo do propulsor foi cortado do minuto seis ao vinte e quatro devido a um dado inesperado da nave espacial. O problema foi resolvido e o EURECA foi propelido com sucesso a sua órbita operacional no sexto dia da missão.

O lançamento do TSS também foi adiado em um dia devido aos problemas com o EURECA. Durante o lançamento, o satélite atingiu uma distância máxima de apenas 860 pés ao invés da distância planejada de 12,5 milhas devido a uma linha se fixação bloqueada. Após uma série de tentativas durante vários dias de liberar o cabo, as operações do TSS foram interrompidas e o satélite foi recolhido para poder retornar à Terra.

As cargas secundárias incluíam:

  • Evaluation of Oxygen Integration with Materials/Thermal Management Processes (EOIM-III/TEMP 2A)
  • Consortium for Materials Development in Space Complex Autonomous Payload (CONCAP II and CONCAP III)
  • Câmera IMAX do Compartimento de Carga (ICBC)
  • Limited Duration Space Environment Candidate Materials Exposure (LDCE)
  • Air Force Maui Optical Site (AMOS)
  • Pituitary Growth Hormone Cell Function (PHCF)
  • Ultraviolet Plume Instrument (UVPI)

A missão foi estendida em um dia para que os objetivos científicos fossem completados.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre STS-46
Precedido por
STS-50
Programa de Ônibus espaciais
Sucedido por
STS-47