STS-33

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
STS-33
Sts-33-patch.png
Informações da missão
Operadora NASA
Ônibus espacial Discovery
Astronautas Frederick Gregory
John Blaha
Sonny Carter
Story Musgrave
Kathryn Thornton
Base de lançamento Plataforma 39B, Centro
Espacial John F. Kennedy
Lançamento 23 de novembro de 1989
00h23min30s UTC
Cabo Canaveral, Flórida,
Estados Unidos
Aterrissagem 28 de novembro de 1989
00h30min16s UTC
Base Aérea de Edwards,
Califórnia, Estados Unidos
Órbitas 79
Duração 6 dias, 6 minutos,
46 segundos
Altitude orbital 519 quilômetros
Inclinação orbital 28,45 graus
Distância percorrida 3,4 milhões de
quilômetros
Imagem da tripulação
Thornton, Carter, Gregory, Blaha e Musgrave
Thornton, Carter, Gregory, Blaha e Musgrave
Navegação
STS-34
STS-32

STS-33 foi uma missão do ônibus espacial Discovery, realizada em novembro de 1989, para o Departamento de Defesa dos Estados Unidos.[1][2][3]

Tripulação[editar | editar código-fonte]

[1][2][3]

Parâmetros da missão[editar | editar código-fonte]

[1][2][3]

Hora de acordar[editar | editar código-fonte]

Nessa missão apenas uma música foi ouvida:[1][2][3]

Principais fatos[editar | editar código-fonte]

[1][2][3]

Esta foi a quinta missão para o Departamento de Defesa. Devido à natureza desta missão, seus detalhes específicos são classificados. O ônibus espacial Discovery decolou do Pad A do complexo de lançamento 39, no KSC, em 22 de Novembro de 1989, às 7:23 p.m. EST. O lançamento havia sido originalmente agendado para o dia 20 de Novembro, porém foi atrasado devido a um suspeita com relação ao Integrated Electronics Assemblies, o qual controla a ignição e a separação dos foguetes de combustível sólido (SRB).

Este foi o nono voo do Discovery e a décima terceira missão a utilizar um ônibus espacial. A STS-33 foi o terceiro lançamento noturno no programa de ônibus espaciais, e o primeiro desde a continuação dos voos com ônibus espaciais em 1988. A aterrissagem foi agendada para 26 de Novembro, porém foi adiada devido a ventos fortes no local de aterrissagem.

De acordo com a Aviation Week, a STS 33 lançou o Magnum, um satélite secreto para a obtenção de dados em órbita geossíncrona. Um modelo idêntico foi lançado também nas missões STS-51-C e STS-38.

Também de acordo com a Aviation Week, o veículo entrou inicialmente em uma órbita elíptica de 204 km x 519 km com uma inclinação de 28.45 deg com o equador. Ele então realizou três disparos do OMS (sistema de manobra orbital) o último na quarta órbita #4. O primeiro disparo foi para circularizar a órbita em 519 km.

O satélite foi lançado na sétima órbita e então disparou seu foguete IUS no nó ascendente da oitava órbita, para coloca-lo em uma órbita geossíncrona de transferência.

A carga classificada foi lançada com sucesso e propulsionada até sua órbita operacional pelo foguete do Estágio Superior Inercial (IUS), de acordo com um anúncio da força aérea.

O Discovery aterrissou na Base Aérea de Edwards, na Califórnia, em 27 de novembro, às 7:30 p.m. EST, após uma missão com a duração de 5 dias, e 6 minutos.

Nota: STS-33 foi a designação original para a missão que se tornou a STS-51-L, o último voo da Challenger que acabou em tragédia. Após o desastre, a NASA modificou seu sistema de numeração de volta ao STS-26, que era a vigésima sexta missão com um ônibus espacial e a primeira após a Challenger. Não existe nenhuma relação entre a a STS-33 da Challenger e esta STS-33.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d e Mark Wade. «STS-33». Encyclopedia Astronautica. Consultado em 25 de julho de 2019 
  2. a b c d e Joachim Becker e Heinz Janssen (1 de janeiro de 2019). «STS-33». SPACEFACTS. Consultado em 25 de julho de 2019 
  3. a b c d e «STS-33». NASA. Consultado em 25 de julho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
STS-34
Programa de Ônibus espaciais
Sucedido por
STS-32