STS-109

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
STS-109
Insígnia da missão
Estatísticas da missão
Espaçonave Columbia
Lançamento 1 de Março de 2002 às 11:22:02 a.m EDT.
39-A
Aterrissagem 12 de Março de 2002, às 9:33:10 a.m. EDT.
-
Órbitas 165
Duração 10 dias, 22 horas,
11 minutos e 9 segundos
Altitude orbital 308 milhas náuticas (570 km)
Inclinação orbital 28.5 graus
Distância percorrida 3 900 000 milhas (6 300 000 km)
Imagem da tripulação
Massimino, Linnehan, Carey, Altman, Currie, Grunsfeld e Newman.
Massimino, Linnehan, Carey, Altman, Currie, Grunsfeld e Newman.
Hubble Space Telescope após ajustes e consertos efetuados pela equipe da STS-109

STS-109 foi a mais recente missão de ônibus espacial a serviço do Telescópio Espacial Hubble. Utilizando o Columbia em Março de 2002, as cinco atividades no espaço foram um sucesso.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Parâmetros da missão[editar | editar código-fonte]

Missão[editar | editar código-fonte]

A finalidade da STS era consertar o Telescópio Espacial Hubble (HST). Foi o primeiro voo da Columbia após um ano e meio de modificações (sua missão anterior foi a STS-93). Durante a missão, os astronautas instalaram um novo instrumento científico, a Máquina Fotográfica para Pesquisa (Advanced Camera for Surveys, ACS), novos painéis solares, nova Unidade de Controle de Força e um novo Sistema de refrigeração para a Câmera de Multi-objectos Infravermelha e Espectômetra . A STS-109 também recolocou o Hubble numa órbita mais alta.

Os astronautas da STS-109 realizaram um total de cinco atividades extraveiculares em cinco dias consecutivos, para realizar a manutenção e melhorias no Hubble. Os astronautas que realizaram essas atividades receberam ajuda de seus colegas de tripulação, dentro do ônibus espacial. A especialista de missão Nancy Currie operou o braço do robô do ônibus. O comandante Scott Altman a auxiliava. O piloto Duane Carey e Altman documentaram a caminhada no espaço em vídeo, que foi exibido pela NASA TV.

A STS-109 acumulou um total de 35 horas e 55 minutos de EVA. Após esta missão, um total de dezoito Atividades extra-veiculares foram conduzidas durante quatro missões de manutenção do Hubble (as outras foram a STS-61, STS-82, STS-103 and STS-125), formando um total de 129 horas por 14 astronautas diferentes.

A missão também foi o penúltimo voo do Columbia; na sua próxima missão, STS-107, o ônibus foi desintegrado durante a reentrada,com perda de toda a tripulação.

A STS-109 foi considerada um lançamento noturno, apesar do lançamento ter ocorrido de manhã, porque o nascer do sol ocorreu às 6:47 da manha, e o Columbia foi lançado às 6:22 da manhã, portanto 25 minutos antes do nascer do sol.


Atividades extra-veiculares[editar | editar código-fonte]

N°. Astronautas Início - UTC Fim - UTC Duração Comentários
213. Grunsfeld & Richard Linnehan 4 de Março, 2002,
06:37
4 de Março, 2002,
13:38
7 h, 01 min Substituição da placa solar direita
214. Newman & Michael Massimino 5 de Março, 2002,
06:40
5 de Março, 2002,
13:56
7 h, 16 min Substituição da placa solar direita e do Conjunto da Roda de Reação (RWA)
215. Grunsfeld & Linnehan 6 de Março, 2002,
08:28
6 de Março, 2002,
15:16
6 h, 48 min Substituição da Unidade de Controle de Força (PCU)
216. Newman & Massimino 7 de Março, 2002,
09:00
7 de Março, 2002,
16:30
7 h, 30 min Substituição da "Câmera de Objetos Fracos" (Faint Object Camera) por uma nova Câmera Avançada de Pesquisa (ACS)
217. Grunsfeld & Linnehan 8 de Março, 2002,
08:46
8 de Março, 2002,
16:06
7 h, 20 min Substituição do sistema de refrigeração do NICMOS

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre STS-109
Precedido por
STS-108
Programa de Ônibus espaciais
Sucedido por
STS-110