Quatro Policiais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O termo Quatro Policiais refere-se a um conselho pós-guerra composto pelos chamados Quatro Grandes e proposto pelo então Presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, como uma garantia para a paz mundial. Os membros do "Big Four", chamado de as Quatro Potências durante Segunda Guerra Mundial, eram os quatro grandes Aliados: os Estados Unidos, o Reino Unido, a União Soviética e a República da China. As Nações Unidas imaginada por Roosevelt consistia em três ramos: um executivo, que compreenderia os Quatro Grandes, um ramo de aplicação da lei, composto por quatro grandes potências que agiriam como os Quatro Policiais ou Quatro Xerifes do planeta, e uma assembleia internacional, que representaria todos os países membros da ONU.[1]

Os Quatro Policiais seriam os responsáveis por manter a ordem dentro de suas esferas de influência: o Reino Unido em seu império e na Europa Ocidental; a União Soviética no Leste da Europa e no centro da Eurásia; a China na Ásia Oriental e Pacífico Ocidental; e os Estados Unidos no hemisfério ocidental. Como medida preventiva contra novas guerras, outros países que não fossem os "Quatro Grandes" seriam desarmados. Apenas os Quatro Policiais seriam autorizados a possuir armas mais poderosas do que um rifle.[2] Os Quatro Policiais são o esboço do que se tornariam os membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas, mas os seus poderes foram significativamente diminuídos depois de um compromisso com críticos internacionalistas.[3] A França foi adicionada mais tarde como o quinto membro permanente do conselho, devido à insistência de Churchill.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bosco, David (2009). Five to Rule Them All: The UN Security Council and the Making of the Modern World. [S.l.]: Oxford University Press. ISBN 978-0-19-532876-9 
  • Dallek, Robert (1995). Franklin D. Roosevelt and American Foreign Policy, 1932–1945: With a New Afterword. [S.l.]: Oxford University Press. ISBN 978-0-19-982666-7 
  • Gaddis, John Lewis (1972). The United States and the Origins of the Cold War, 1941–1947. [S.l.]: Columbia University Press. ISBN 978-0-231-12239-9 
  • Hoopes, Townsend; Brinkley, Douglas (1997). FDR and the Creation of the U.N. [S.l.]: Yale University Press. ISBN 978-0-300-08553-2 
  • Kimball, Warren F. (1991). The Juggler: Franklin Roosevelt as Wartime Statesman. [S.l.]: Princeton University Press. ISBN 0-691-03730-2 
  • Ma, Xiaohua (2003). The Sino-American alliance during World War II and the lifting of the Chinese exclusion acts. New York: Routledge. pp. 203–204. ISBN 0-415-94028-1 
  • Welles, Sumner (1951). «Two Roosevelt Decisions: One Debit, One Credit». Foreign Affairs (29): 182–204 
  • United States Department of State (1942). «Union of Soviet Socialist Republics». Foreign relations of the United States diplomatic papers, 1942. Europe Volume III. [S.l.]: U.S. Government Printing Office. pp. 406–771 
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.