A Princess of Mars

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Princess of Mars
Uma Princesa de Marte
Uma Princesa de Marte[1]  (BR)
Capa da edição de 1917
Autor (es) Edgar Rice Burroughs
Idioma Inglês
País Estados Unidos
Género Fantasia científica
Série Barsoom
Arte de capa Frank E. Schoonover
Editora A.C.McClurg & Co.
Lançamento 1917
Páginas 272
Edição portuguesa
Edição brasileira
Tradução Ricardo Giassetti[1]
Editora Aleph[1]
ISBN 978-85-7657-091-2
Cronologia
Último
Último
The Gods of Mars
Próximo
Próximo



Uma Princesa de Marte (A Princess of Mars, no original) é um romance de fantasia científica de Edgar Rice Burroughs, o primeiro de sua série Barsoom. Repleto de lutas de espadas e proezas audazes, o romance é considerado um exemplo clássico da literatura pulp do século 20. É também um exemplo seminal do romance planetário, um subgênero da fantasia científica que se tornou muito popular nas décadas após a sua publicação. Seus primeiros capítulos contêm também elementos de faroeste. A história se passa no Planeta Marte, imaginado como um planeta moribundo com um ambiente de deserto inóspito. Esta visão de Marte foi baseado no trabalho do astrônomo Percival Lowell, cujas idéias foram amplamente popularizou no final do século 19 e início do século 20.

Foi publicado pela primeira vez na revista pulp All-Story com título "Under the Moons of Mars" em 1912, Mais tarde foi publicado como um livro pela A.C. McClurg em 1917.[2]

A série Barsoom inspirou uma série de bem-conhecidos escritores de ficção científica do século 20, incluindo Jack Vance, Ray Bradbury, Arthur C. Clarke, Robert A. Heinlein, e John Norman. A série também foi inspiradora para muitos cientistas nas áreas de exploração do espaço e a busca por vida extraterrestre, incluindo Carl Sagan, que leu A Princess of Mars quando ele era uma criança. A obra encontra-se em domínio público, porém os herdeiros de Burroughs ainda possuem direitos da marca registrada.[3]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil o livro só foi publicado em 2010 pela Editora Aleph.[4] [5]

Personagens principais[editar | editar código-fonte]

  • John Carter, é um nativo de Virginia humana, EUA. Enquanto morava na Terra lutou na Guerra Civil no lado confederado, servindo como capitão. Ele descobriu uma mina de ouro por isso é imensamente rico. Fugindo um grupo de índios pele vermelha entra refúgio em uma caverna onde ele entra em um estado de sonolência. Ao acordar ele se encontra em Mars.
  • Capitão James K. Powell, um nativo de Richmond, Virginia, é um oficial confederado, especialista em minas e um experiente caçador de índios.
  • Dejah Thoris filha de Mors Kajak e neta de Tardos Mors Jeddak de Helium. Ela é uma princesa marciano do reino Helium dos homens vermelhos, de aparência humana e excepcionalmente bela. Ele é corajoso e decidido e muitas vezes em perigo mortal. Ela é o interesse amoroso de John Carter.
  • Tars Tarkas marciano verde, grande guerreiro, feroz, cruel e corajoso.
  • Alone uma marciana verde, filha secreta de Tars Tarkas é de bom coração e bons sentimentos, o que torna Thark um traidor de seu povo.
  • Woola, uma espécie de cão marciano monstruoso e gigantesco, com cabeça de sapo e presas. Professa lealdade absoluta para John Carter.
  • Sarkoja um marciano verde, nove anos de idade, pérfido, cruel e traiçoeiro.
  • Tal Hajus um verde marciano Jeddak de Thark, famoso por sua extrema crueldade e ferocidade com prisioneiros que caem em suas mãos.

Gêneros[editar | editar código-fonte]

Enquanto o romance é muitas vezes classificado como fantasia científica, também pertence aos subgêneros romance planetário e espada e planeta,[6] que possuem afinidades com a fantasia[7] e a espada e feitiçaria; . Distingue-se pela sua inclusão de elementos científicos (ou pseudo-científicos). Tradicionalmente, romances planetários ocorrem na superfície de um mundo alienígena, e muitas vezes incluem lutas de espadas; monstros; elementos sobrenaturais, tais como: habilidades telepáticas (em oposição a magia); E culturas semelhantes a do Planeta Terra em épocas pré-industriais, especialmente com as estruturas sociais teocráticos ou dinásticas. Naves espaciais podem aparecer normalmente, mas não são fundamentais para a história; Esta é uma diferença fundamental da space opera, em que geralmente naves espaciais são fundamentais para a narrativa. Embora existam exemplos anteriores nos gêneros, A Princesa of Mars e suas sequelas são os mais conhecidos, e eles foram uma influência dominante em autores posteriores.[7]

O romance também compartilha uma série de elementos de faroestes, como ambientações desérticas, mulheres sendo raptadas, e um climático confronto de vida ou morte com o antagonista.[8]

Adaptações[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Em 2009 foi lançado um filme diretamente em vídeo intitulado "Princess of Mars" com os atores Antonio Sabato Jr. no papel de Carter e Traci Lords como Dejah Thoris.

Em 9 de março de 2012, a Disney lançou o filme "John Carter: Entre Dois Mundos", dirigido por Andrew Stanton, com Taylor Kitsch no papel de John Carter.


Referências

  1. a b c Marcelo Hessel (16 de Abril de 2010). Uma Princesa de Marte de Edgar Rice Burroughs enfim é publicado no Brasil. Omelete.
  2. Sampson, Robert (1984). Yesterday's Faces: A Study of Series Characters in the Early Pulp Magazines. Popular Press. ISBN 0-87972-262-2.
  3. MacDonald, Heidi (5 de Abril de 2012) Dynamite responds to ERB in Tarzan/John Carter lawsuit. Comics Beat.
  4. Dellano Rios (4 de maio de 2010). Epopeia marciana Diário do Nordeste.
  5. Leonardo Vicente Di Sessa (27/05/2010). Review - Livro: Uma Princesa de Marte. HQManiacs
  6. M. Keith Booker. Encyclopedia of Comic Books and Graphic Novels: [Two Volumes]. [S.l.]: ABC-CLIO, 2010. 627 p. 9780313357473
  7. a b Westfahl, Gary (2000). Space and Beyond. Greenwood Publishing Groups. ISBN 0-313-30846-2.
  8. White, Craig (2006). Student Companion to James Fenimore Cooper. Greenwood Publishing Group. ISBN 0-313-33413-7.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este artigo:
Wikisource-logo.svg Textos fontes no Wikisource
Ícone de esboço Este artigo sobre ficção científica e fantasia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.