A Princess of Mars

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Princess of Mars
Uma Princesa de Marte
Uma Princesa de Marte[1]  (BR)
Capa da edição de 1917
Autor (es) Edgar Rice Burroughs
Idioma Inglês
País Estados Unidos
Género Fantasia científica
Série Barsoom
Arte de capa Frank E. Schoonover
Editora A.C.McClurg & Co.
Lançamento 1917
Páginas 272
Edição portuguesa
Edição brasileira
Tradução Ricardo Giassetti[1]
Editora Aleph[1]
ISBN 978-85-7657-091-2
Cronologia
Último
Último
The Gods of Mars
Próximo
Próximo



Uma Princesa de Marte (A Princess of Mars, no original) é um romance de fantasia científica de Edgar Rice Burroughs, o primeiro de sua série Barsoom. Repleto de lutas de espadas e proezas audazes, o romance é considerado um exemplo clássico da literatura pulp do século 20. É também um exemplo seminal do romance planetário, um subgênero da fantasia científica que se tornou muito popular nas décadas após a sua publicação. Seus primeiros capítulos contêm também elementos de faroeste. A história se passa no Planeta Marte, imaginado como um planeta moribundo com um ambiente de deserto inóspito. Esta visão de Marte foi baseado nos trabalho dos astrônomos Percival Lowell e Camille Flammarion sobre os supostos canais de Marte.[2]

Foi publicado pela primeira vez na revista pulp All-Story com título "Under the Moons of Mars" em 1912, Mais tarde foi publicado como um livro pela A.C. McClurg em 1917.[3]

A série Barsoom inspirou uma série de bem-conhecidos escritores de ficção científica do século 20, incluindo Jack Vance, Ray Bradbury, Arthur C. Clarke, Robert A. Heinlein, e John Norman. A série também foi inspiradora para muitos cientistas nas áreas de exploração do espaço e a busca por vida extraterrestre, incluindo Carl Sagan, que leu A Princess of Mars quando ele era uma criança. A obra encontra-se em domínio público, porém os herdeiros de Burroughs ainda possuem direitos da marca registrada.[4]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil o livro só foi publicado em 2010 pela Editora Aleph.[5] [6]

Personagens principais[editar | editar código-fonte]

  • John Carter, é um nativo de Virginia humana, EUA. Enquanto morava na Terra lutou na Guerra Civil no lado confederado, servindo como capitão. Ele descobriu uma mina de ouro por isso é imensamente rico. Fugindo um grupo de índios pele vermelha entra refúgio em uma caverna onde ele entra em um estado de sonolência. Ao acordar ele se encontra em Mars.
  • Capitão James K. Powell, um nativo de Richmond, Virginia, é um oficial confederado, especialista em minas e um experiente caçador de índios.
  • Dejah Thoris filha de Mors Kajak e neta de Tardos Mors Jeddak de Helium. Ela é uma princesa marciano do reino Helium dos homens vermelhos, de aparência humana e excepcionalmente bela. Ele é corajoso e decidido e muitas vezes em perigo mortal. Ela é o interesse amoroso de John Carter.
  • Tars Tarkas marciano verde, grande guerreiro, feroz, cruel e corajoso.
  • Alone uma marciana verde, filha secreta de Tars Tarkas é de bom coração e bons sentimentos, o que torna Thark um traidor de seu povo.
  • Woola, uma espécie de cão marciano monstruoso e gigantesco, com cabeça de sapo e presas. Professa lealdade absoluta para John Carter.
  • Sarkoja um marciano verde, nove anos de idade, pérfido, cruel e traiçoeiro.
  • Tal Hajus um verde marciano Jeddak de Thark, famoso por sua extrema crueldade e ferocidade com prisioneiros que caem em suas mãos.

Gêneros[editar | editar código-fonte]

Enquanto o romance é muitas vezes classificado como fantasia científica, também pertence aos subgêneros romance planetário e espada e planeta,[7] que possuem afinidades com a fantasia[8] e a espada e feitiçaria; . Distingue-se pela sua inclusão de elementos científicos (ou pseudo-científicos). Tradicionalmente, romances planetários ocorrem na superfície de um mundo alienígena, e muitas vezes incluem lutas de espadas; monstros; elementos sobrenaturais, tais como: habilidades telepáticas (em oposição a magia); E culturas semelhantes a do Planeta Terra em épocas pré-industriais, especialmente com as estruturas sociais teocráticos ou dinásticas. Naves espaciais podem aparecer normalmente, mas não são fundamentais para a história; Esta é uma diferença fundamental da space opera, em que geralmente naves espaciais são fundamentais para a narrativa. Embora existam exemplos anteriores nos gêneros, A Princesa of Mars e suas sequelas são os mais conhecidos, e eles foram uma influência dominante em autores posteriores.[8]

O romance também compartilha uma série de elementos de faroestes, como ambientações desérticas, mulheres sendo raptadas, e um climático confronto de vida ou morte com o antagonista.[9]

Adaptações[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Em 2009 foi lançado um filme diretamente em vídeo intitulado "Princess of Mars" com os atores Antonio Sabato Jr. no papel de Carter e Traci Lords como Dejah Thoris.

Em 9 de março de 2012, a Disney lançou o filme "John Carter: Entre Dois Mundos", dirigido por Andrew Stanton, com Taylor Kitsch no papel de John Carter.


Referências

  1. a b c Marcelo Hessel (16 de Abril de 2010). Uma Princesa de Marte de Edgar Rice Burroughs enfim é publicado no Brasil. Omelete.
  2. Causo, Roberto de Sousa. Ficção Científica,Fantasia e Horror no Brasil: 1875 a 1950. [S.l.]: Editora UFMG, 2003. ISBN 978-8-570-41355-0
  3. Sampson, Robert (1984). Yesterday's Faces: A Study of Series Characters in the Early Pulp Magazines. Popular Press. ISBN 0-87972-262-2.
  4. MacDonald, Heidi (5 de Abril de 2012) Dynamite responds to ERB in Tarzan/John Carter lawsuit. Comics Beat.
  5. Dellano Rios (4 de maio de 2010). Epopeia marciana Diário do Nordeste.
  6. Leonardo Vicente Di Sessa (27/05/2010). Review - Livro: Uma Princesa de Marte. HQManiacs
  7. M. Keith Booker. Encyclopedia of Comic Books and Graphic Novels: [Two Volumes]. [S.l.]: ABC-CLIO, 2010. 627 p. 9780313357473
  8. a b Westfahl, Gary (2000). Space and Beyond. Greenwood Publishing Groups. ISBN 0-313-30846-2.
  9. White, Craig (2006). Student Companion to James Fenimore Cooper. Greenwood Publishing Group. ISBN 0-313-33413-7.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este artigo:
Wikisource-logo.svg Textos fontes no Wikisource
Ícone de esboço Este artigo sobre ficção científica e fantasia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.